Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei investirá US $ 2 biliões em segurança cibernética para evitar enfrentar mais confusões

A Huawei está determinada a provar que quaisquer preocupações ou alegações em relação à segurança dos seus equipamentos de rede são totalmente falsas. O primeiro passo para combater as preocupações globais sobre esses problemas de segurança é atualizar as instalações dos seus laboratórios e adicionar ainda mais pessoas  que são referência na indústria. A companhia chinesa disse numa conferência de imprensa, na presença de duas dezenas de jornais internacionais que planeia investir cerca de US $ 2 biliões nos próximos cinco anos para se concentrar na segurança cibernética.

A Huawei está determinada a provar que quaisquer preocupações ou alegações em relação à segurança dos seus equipamentos de rede são totalmente falsas. O primeiro passo para combater as preocupações globais sobre esses problemas de segurança é atualizar as instalações dos seus laboratórios e adicionar ainda mais pessoas  que são referência na indústria.

A companhia chinesa disse numa conferência de imprensa, na presença de duas dezenas de jornais internacionais que planeia investir cerca de US $ 2 biliões nos próximos cinco anos para se concentrar na segurança cibernética. A principal motivação da Huawei é que as proibições que agora estão a bloquear o seu acesso a alguns mercados de equipamentos de rede de telecomunicações sejam retiradas.

Huawei investirá US $ 2 biliões em segurança cibernética para evitar enfrentar mais confusões 1

A Huawei tem feito manchetes nos últimos meses, já que a empresa foi atingida por proibições e até mesmo a prisão de um dos seus executivos. Por enquanto, parece que os Estados Unidos são o maior inimigo da Huawei, já que o governo dos EUA vai tão longe como pressionar os seus aliados a nãoconfiar nos equipamentos da gigante chinesa.

Foi até dito que o governo dos EUA só aprovaria a fusão da T-Mobile e da Sprint, a menos que as empresas-mãe das operadorass, a Deutsche Telekom e a SoftBank, parassem de usar equipamentos da Huawei.

Parece óbvio que dado as jogadas de bastidores a que se presta o governo dos EUA que não há nada que possam provar acerca da falta de segurança dos equipamentos Huawei. Parece-me ser apenas mais uma jogada de proteccionismo ás marcas americanas como Apple e usar a Huawei como refém, para conseguir acordos comerciais mais vantajosos com o governo chinês.

Resta saber se os Estados Unidos e seus aliados terão uma mudança de coração depois que a Huawei supostamente endurecer a segurança da sua rede.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais