Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei pronuncia-se sobre o uso de diferentes memórias nos Huawei P10 e P10 Plus

Quando a Huawei lançou os P10 e P10 Plus no Mobile World Congress 2017, a fabricante declarou que esses telefones possuíam chips de armazenamento UFS 2.1. No entanto, benchmarks recentes da aplicação AndroBench, dão conta que os Huawei P10 e P10 Plus incluem diferentes chips de armazenamento que se traduz em velocidades de leitura e gravação diferentes. A empresa emitiu agora uma declaração oficial sobre o motivo pelo qual o fez.

Foi revelado num fórum da Huawei na China que alguns utilizadores do P10 obtinham grandes velocidades de leitura e escrita, depois há outro grupo de utilizadores que não conseguem atingir metade do valor dos primeiros. Assim, especula-se que a Huawei possa ter usado seis combinações de RAM e tipos de armazenamento nos P10 e P10 Plus:

  • RAM LPDDR3 e armazenamento interno eMMC 5.1
  • RAM LPDDR3 e armazenamento interno UFS 2.0
  • RAM LPDDR3 e armazenamento interno UFS 2.1
  • RAM LPDDR4 e armazenamento interno eMMC 5.1
  • RAM LPDDR4 e armazenamento interno UFS 2.0
  • RAM LPDDR4 e armazenamento interno UFS 2.1

As três combinações iniciais são claramente as piores combinações possíveis, enquanto a última combinação oferece as melhores velocidades de leitura e escrita. Descobriu-se que a variante mais cara do Huawei P10 Plus que vem com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento inclui eMMC 5.1 que oferece as velocidades mais baixas de menos de 300 Mbps.

Huawei pronuncia-se sobre o uso de diferentes memórias nos Huawei P10 e P10 Plus 1

Entretanto a Huawei divulgou agora uma declaração oficial confirmando que usou múltiplos chips de armazenamento nos smartphones P10 e P10 Plus, uma vez que os encomendou a vários fornecedores, numa tentativa de evitar faltas. Aqui está um trecho da declaração oficial :

“Para atender à demanda global de milhões de unidades, a Huawei empregou a prática padrão da indústria de terceirização de soluções de vários fornecedores confiáveis ​​para garantir um equilíbrio entre a experiência do utilizador, a qualidade e a oferta sustentável. Depender de um único componente de fornecimento pode levar a uma escassez, o que significa atrasos para os consumidores que desejam comprar os nossos novos produtos. No caso da memória flash, neste caso, a Huawei escolheu vários fornecedores de soluções mainstream simultâneas. “

Segundo a Huawei, a aplicação AndroBench que foi usada para descobrir diferentes chips de armazenamento nos P10 e P10 Plus não fornece a pontuação de benchmark com base no uso diário desses smartphones. Ele adicionou ainda que está a usar aleatoriamente chips de memória nos P10 e P10 Plus com base nos componentes que recebe dos fornecedores. Então, isso significa que não há nenhuma maneira confirmada de obter um Huawei P10 ou P10 Plus com o melhor chip de memória.

Huawei pronuncia-se sobre o uso de diferentes memórias nos Huawei P10 e P10 Plus 2

A empresa também alega que não apresentou publicidade falsa sobre os P10 e P10 Plus. “Entre todos os materiais de marketing do Huawei P10, não houve compromisso com o uso de apenas uma memória flash específica”, disse a empresa.

Pessoalmente penso que isto seja uma polémica encomendada. O utilizador em condições normais e naturais não deverá notar qualquer diferença entre os equipamentos no dia a dia. Só usando aplicações de benchmark podem verificar que as velocidades são diferentes… mas que dificilmente se refletem no dia a dia.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link