Homem recebe transplante de coração de porco geneticamente modificado

David Bennett, 57 anos, está bem três dias após o procedimento experimental de sete horas em Baltimore, dizem os médicos.

O transplante foi considerado a última esperança de salvar a vida do Sr. Bennett, embora ainda não esteja claro quais são as suas hipóteses de sobrevivência a longo prazo.

“Era ou morrer ou fazer este transplante”, explicou o Sr. Bennett um dia antes da cirurgia.

“Sei que é um tiro no escuro, mas é a minha última escolha”, disse.

Aos médicos do Centro Médico da Universidade de Maryland foi concedida uma dispensa especial pelo regulador médico dos EUA para realizar o procedimento, com base no facto de que o Sr. Bennett – que tem uma doença cardíaca terminal – teria morrido de outra forma.

O cirurgião Bartley P Griffith com David Bennett no início deste mês.

Ele tinha sido considerado inelegível para um transplante humano, uma decisão que é frequentemente tomada pelos médicos quando o paciente está de muito má saúde

O porco utilizado no transplante tinha sido geneticamente modificado para eliminar vários genes que teriam levado à rejeição do órgão pelo corpo do Sr. Bennett. Para a equipa médica que efectuou o transplante, isto marca o culminar de anos de pesquisa e pode mudar vidas em todo o mundo.

O cirurgião Bartley Griffith disse que a cirurgia iria trazer o mundo “um passo mais perto de resolver a crise de escassez de órgãos”. Actualmente 17 pessoas morrem todos os dias nos EUA à espera de um transplante, com mais de 100.000 alegadamente na lista de espera.

A Dra. Christine Lau, presidente do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland, esteve na sala de operações durante a cirurgia.

“Ele está em maior risco porque precisamos de mais imunossupressão, ligeiramente diferente do que normalmente faríamos num transplante de humano para humano. O quão bem o paciente se sai a partir de agora é, sabe, nunca foi feito antes, por isso realmente não sabemos”, disse ela à BBC.

“Pessoas morrem o tempo todo na lista de espera, à espera de órgãos. Se pudéssemos usar órgãos de porcos geneticamente modificados, eles nunca teriam de esperar; eles poderiam basicamente obter um órgão como precisavam”

“Além disso, não teríamos de voar por todo o país à noite para recuperar órgãos e colocá-los em recipientes”, acrescentou.

A possibilidade de usar órgãos animais para o chamado xenotransplante para satisfazer a procura tem sido considerada há muito tempo, e o uso de válvulas de coração de porco já é comum.

Para avançar com a cirurgia experimental, a universidade obteve uma autorização de emergência da U.S. Food and Drug Administration na noite de Ano Novo.

“A FDA usou os nossos dados e dados sobre o porco experimental para autorizar o transplante num paciente com doença cardíaca em fase terminal que não tinha outras opções de tratamento”, disse o Dr. Muhammad Mohiuddin, que dirige o programa da Universidade sobre xenotransplantação – transplantar órgãos animais em humanos.

A técnica:

Dez genes no porco doador foram alterados antes de o transplante poder ter lugar. Três destes genes fazem com que os corpos humanos rejeitem os órgãos do porco, pelo que foram eliminados. Seis genes foram inseridos para ajudar a controlar a aceitação imunológica do coração do porco, e um gene adicional foi eliminado para parar o crescimento excessivo do tecido do coração do porco.

A equipa de Maryland também usou uma droga experimental para suprimir o sistema imunitário e prevenir a rejeição, e uma nova máquina que empurrou fluido através do tecido para garantir que o coração do porco permanecesse viável até ao procedimento. A FDA deu luz verde de emergência para o procedimento na véspera de Ano Novo, de acordo com o New York Times.

 

Em Outubro de 2021, os cirurgiões de Nova Iorque anunciaram que tinham transplantado com sucesso um rim de porco para uma pessoa. Na altura, esta era a experiência mais avançada até agora.

No entanto, o receptor nessa ocasião estava com morte cerebral sem esperança de recuperação.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!