Android Geek
O maior site de Android em Português

Homem preso por 180 dias por se recusar a desbloquear dois iPhones da Apple

Além das drogas, uma arma escondida foi encontrada juntamente com dois aparelhos (um era um iPhone preto e o outro era um iPhone 7 branco / vermelho de acordo com o mandado de busca). O que despertou o interesse dos policias foi uma mensagem de texto em um dos dispositivos que dizia “OMG eles encontraram”.

O que começou como uma operação stop rotineira acabou por colocar William Montanez na cadeia por causa da sua recusa em desbloquear um par de iPhones Apple.

Tudo começou a 21 de junho, quando um policia passou uma multa a Montanez por não fazer uma manobra corretamente ao sair de uma garagem. O agente Kalin Hall, que trabalha com um grupo de rua que conduz investigações sobre narcóticos, perguntou ao motorista se ele consentiria ter o seu carro revistado.

Quando ele se recusou, um cão farejador de drogas foi levado ao local e levou a polícia a uma pequena quantidade de Marijuana.
O advogado de defesa alega que o agente pediu uma unidade canina antes mesmo de falar com Montanez (podem tirar as vossas próprias conclusões).
Além das drogas, uma arma escondida foi encontrada juntamente com dois aparelhos (um era um iPhone preto e o outro era um iPhone 7 branco / vermelho de acordo com o mandado de busca). O que despertou o interesse dos policias foi uma mensagem de texto em um dos dispositivos que dizia "OMG eles encontraram". Quando a mensagem foi encontrada, a polícia pediu permissão a Montanez para pesquisar os dois dispositivos iPhone. Ele recusou, e os detetives obtiveram um mandado, que foi contestado pelo advogado do suspeito. No tribunal, o juiz decidiu que os policias poderiam desbloquear os telefones sem o consentimento explícito. Os aparelhos foram apresentados pelo Ministério Público como prova, que exigiu que o réu os desbloqueasse com asrrespectivas Passwords. Mas Montanez disse que os telefones eram novos e que ele não conseguia lembrar-se dos códigos para os desbloquear. Como resultado, o juiz colocou o suspeito na cadeia por 180 dias (isso é meio ano).
O advogado de Montanez, Patrick Leduc, quer que saibam que a mesma coisa pode acontecer a qualquer um. Ele diz que os policias podem prender uma pessoa por qualquer coisa, e se eles encontrarem um telefone na posse do suspeito, eles vão pedir para o utilizador o desbloquear. Se o utilizador se recusar a fazê-lo porque tem informações pessoais no dispositivo, eles podem pôr-vos na cadeia, de acordo com Leduc. Salientamos que Montanez é um criminoso, ele tinha Marijuana no carro (embora uma pequena quantidade) e uma arma que foi descoberta (Montanez diz que a arma pertence à mãe). A polícia obteve um mandado legal para desbloquear os telefones.

Esperamos que nenhum dos nossos leitores se encontre nunca numa situação como esta.

Fonte: FOX 13

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais