Android Geek
O maior site de Android em Português

O hype do blockchain já passou, mas o seu potencial ainda é enorme

A febre da Criptomoeda deu origem à febre pelo blockchain. A tecnologia subjacente das famosas bitcoin, Ethereum e outras parecia ser um verdadeira mina de ouro o que levantou sobrancelhas em todos os mercados e levou muitos a fazerem investimentos mais ou menos arriscados.

A febre da Criptomoeda deu origem à febre pelo blockchain. A tecnologia subjacente das famosas bitcoin, Ethereum e outras parecia ser um verdadeira mina de ouro o que levantou sobrancelhas em todos os mercados e levou muitos a fazerem investimentos mais ou menos arriscados.

O hype do blockchain já passou, mas o seu potencial ainda é enorme 1

A palavra BlockChain tornou-se uma das preferidas nas apresentações de resultados financeiros entre os grandes da indústria, mas parece que as expectativas foram defraudadas e que o hype que gerou o blockchain diminuiu significativamente. Atenção, isso não significa que possamos ver projetos de valor no futuro próximo com o BloackChain como protagonista.

 

As empresas não falam mais (tanto) de blockchain

Há um ano, os gestores das grandes empresas ficaram obcecados com o blockchain, mas fizeram isso porque era impossível ignorar. Blockchain foi a palavra de ordem na tecnologia, e as suas ramificações  já haviam alcançado todos os tipos de indústrias: de transporte e logística ,a música, e claro a economia.

O momento máximo do hype com blockchain já passou, mas seu potencial ainda é enorme

Os anúncios de projetos focados no blockchain foram uma constante no final de 2017. Os bancos entraram neste comboio assim como empresas em todo o mundo que repetiram o mantra nos seus resultados financeiros: o blockchain teve um futuro espetacular nessas empresas. A União Europeia, a propósito,  também deu asas a esse hype.

 

De há um tempo a esta parte,  vimos pouco a um nível prático quanto às implementações bem sucedidas deste tipo de tecnologia, e em muitos casos é difícil medir o impacto real dos projetos que foram lançados.

O fenômeno das criptomoedas desencadeou o interesse na Blockchain, mas parece que a queda no valor dessas moedas virtuais – e ICOs, que falharam em grande parte- teve um efeito direto naquelas iniciativas que buscavam propor uma revolução baseada em diferentes cadeias de blocos aplicadas a todos os tipos de indústrias.

Isso causou a redução significativa no uso da palavra blockchain nos últimos meses. No primeiro e segundo trimestres do ano, inúmeras empresas mencionaram esse termo nos seus anúncios de resultados financeiros, mas nas últimas apresentações isso já não se verifica com tanta evidência.

O hype parece ter acabado, mas a promessa permanece

Esse esquecimento parcial da indústria não significa que o valor da cadeia de blocos não seja enorme: as vantagens oferecidas por uma tecnologia como essa. são muito interessantes em muitas áreas e há empresas que parecem estar certas que o blockchain pode marcar um antes e um depois em determinados cenários.

Como indicam em Axios, A IBM é uma das empresas que continua a ter uma confiança especial na cadeia de blocos. Na gigante azul existem 1.500 pessoas a trabalhar em projetos relacionados ao blockchain, e por exemplo lançaram um projeto para gerir a rastreabilidade de certos vegetais na cadeia Walmart.

 

Como em outros casos, o projeto é mais um piloto do que uma iniciativa massiva, mas é um bom exemplo de como algumas empresas estão a ver o potencial desta tecnologia na indústria. Resta ver que projetos realmente agregam valor àqueles que os colocam em acção (e aos utilizadores finais), mas parece que a expectativa gerada pela blockchain abrandou (muito).

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link