Android Geek
O maior site de Android em Português

Falámos com Walter Ji , Presidente da Huawei, sobre o 5G e o futuro da Huawei

A guerra comercial entre os EUA e a China, a corrida ao 5G entre os dois países e até suspeitas de espionagem alegadamente a mando do governo chinês foram as explicações dadas pelo governo americano a um mundo tecnológico estupefacto. Porém, mesmo no meio da adversidade a Huawei, continua a defender-se e a batalhar por manter o lugar de destaque que alcançou nos últimos anos.

Foi no final do mês de maio que o Presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que a empresa chinesa Huawei havia sido banida de fornecer equipamentos a empresas norte-americanas. O motivo? A guerra comercial entre os EUA e a China, a corrida ao 5G entre os dois países e até suspeitas de espionagem alegadamente a mando do governo chinês foram as explicações dadas pelo governo americano a um mundo tecnológico estupefacto.

Porém, mesmo no meio da adversidade a Huawei, continua a defender-se e a batalhar por manter o lugar de destaque que alcançou nos últimos anos.

Estivemos em Madrid para a inauguração do Espacio Madrid by Huawei, e tivemos a oportunidade de estar à conversa com Walter Ji que é nada menos que Presidente do Huawei Consumer Business Group para a Europa

Walter Ji, Presidente do Huawei Consumer Business Group West Europe
Presidente do Huawei Consumer Business Group West Europe

Há anos que a Huawei procura a conjectura ideal para encontrar o melhor lugar para este espaço em Madrid que se afigura como uma FlagShip Store. Já há um espaço em vista em Paris que pode ser inaugurado já no proximo ano.

Neste momento não há uma data para a abertura de um espaço similar em Lisboa, no entanto não é algo que esteja fora dos planos da Huawei, desde que se conjuguem os elementos necessários, para um espaço verdadeiramente diferenciador. O Espaço e localização têm que ser perfeitos.

As expectativas da Huawei sobre o 5G e a forma como os consumidores vão adoptar esta nova tecnologia

Walter Ji referiu que o 5G tem um potencial gigantesco, estamos a falar de um aumento de 10x da velocidade. 5G significa também uma latência muito inferior, o que torna possível uma comunicação em tempo real e isto abre possibilidades sem limites.

A Huawei considera que de momento pode ser um desafio mostrar aos consumidores o que o 5G pode fazer por eles, mas á medida que a tecnologia for massificada e disponibilizada a todos, esta aprendizagem irá surgir de forma natural. Neste momento as grandes aplicações do 5G são a nível industrial e empresarial devido ao seu grande potencial. Isto de forma indirecta trará benefícios quase imediatos aos consumidores finais.

As redes 5G são neste momento um mar de possibilidades. E os consumidores espanhóis já podem comprar um Mate 20 X 5G e usufruir de velocidades 5G com a operadora Vodafone.

Os 4 pilares do ADN Huawei

A Huawei nos últimos 30 anos tem baseado a sua actividade em 4 pilares fundamentais, os quais,  Walter Ji usou para abordar a questão da proibição dos EUA, sem a abordar de facto. A resposta está na verdade na filosofia da marca e a garantia que esta se vai manter. Os 4 Pilares fundamentais da Huawei são:

  • Provar aos clientes a qualidade dos seus produtos, a única razão para a Huawei existir é os seus clientes

A Huawei pretende que os clientes reconheçam a marca de produtos pela sua qualidade e que esse seja o principal motivador na escolha de um produto Huawei. O cliente é o foco.

  • Aposta constante e efectiva em "Meaningful Innovation", Tecnologia que acrescenta valor aos produtos e que serve melhor os clientes.

Esta é ,na visão da Huawei ,a única forma de competir no mercado actual. Para alcançar este objectivo a Huawei não tem poupado esforços em R&D (Pesquisa e Desenvolvimento), nomeadamente com um forte investimento que chegou aos 15 mil milhões de dólares no ano de 2018. Isso representa mais de 40% da receita total e evidencia que o foco é evoluir e não o lucro imediato.

  • Colaboração aberta com parceiros e fornecedores

Walter Ji disse-nos que esta é uma das bases da filosofia da Huawei e que traz benefícios para todos os interveniente e obviamente também para o consumidor final. Sejam empresas oriundas de países ocidentais como os EUA ou parceiros localizados no Japão ou China, a filosofia da Huawei é promover uma colaboração aberta para honrar a ideia de que a tecnologia devia ser aberta a todos.

  • Factor Humano é um dos segredos do sucesso da Huawei

A Huawei é , como sabemos, uma empresa privada e que assenta a sua evolução nos pilares que Walter Ji enumerou acima, mas também e não menos relevante na sua força de trabalho. As pessoas por trás das estratégias e produtos da marca chinesa  são uma peça chave. Mesmo com os recentes desafios, as equipas da Huawei continuam a trabalhar em formas de fazer mais e melhor para servir de forma mais efectiva os seus clientes. Prova disso é o crescimento da sua força de trabalho verificado em 2019.

A Huawei responde aos bloqueios com uma filosofia de colaboração aberta

Muito se falou de Planos B da Huawei, desde stocks de chipsets a desenvolvimento de um OS próprio, e apesar de estes projectos existirem e continuarem em curso, Walter Ji reforça que a Huawei pretende continuar a partilhar o seu sucesso com os seus parceiros e este será sempre o caminho preferencial.

Nota: O AndroidGeek agradece á Huawei  Portugal e aos seus representantes a disponibilidade e simpatia demonstrada na oportunidade de realizar esta entrevista.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais