Android Geek
O maior site de Android em Português

Estudo confirma que o Apple Watch salva vidas

400.000 utilizadores do Apple Watch foram convidados a participar do estudo e os resultados foram apresentados hoje em Nova Orleães numa reunião do American College of Cardiology.

Um grande estudo patrocinado pela Apple revelou que o Apple Watch pode detectar um batimento cardíaco irregular. 400.000 utilizadores do Apple Watch foram convidados a participar do estudo e os resultados foram apresentados hoje em Nova Orleães numa reunião do American College of Cardiology. 2.000 participantes, ou 0,5% dos que usavam o smartwatch, receberam uma notificação sobre um batimento de pulso irregular. Os 2.000 receberam um patch para o seu Apple Watch, que incluía um sensor de eletrocardiograma (ECG) para ajudar a detectar a fibrilação atrial (Afib).

A AFib, que é um batimento cardíaco irregular, pode levar a derrames, coágulos sanguíneos, insuficiência cardíaca e outros problemas graves. A AFib contribui para 130.000 mortes por ano nos EUA. A Série Apple Watch 4 já inclui um sensor de ECG de fábrica, mas o estudo foi concluído antes que essa nova variante do relógio fosse lançada. De volta ao estudo, cerca de 33% dos 2.000 participantes do estudo que foram marcados com um pulso irregular foram informados de que tinham AFib, de acordo com o sensor de ECG.

57% dos utilizadores do Apple Watch no estudo procuraram ajuda médica quando receberam um aviso sobre um pulso irregular. Esse número pode surpreender os consumidores, já que isso significa que 43% dos utilizadores da Apple Watch no estudo ignoraram o aviso. O Dr. Mitesh Patel, professor de medicina da Escola de Medicina Perelman, observou que, embora o Apple Watch seja bom em detectar sinais de alerta de doenças cardíacas, o relógio precisa ser combinado com algo que motive os utilizadores a agirem de acordo com esses avisos. . Em outras palavras, receber um aviso sem contexto pode ser fatal para o utilizador.

Estudo confirma que o Apple Watch salva vidas 1

Quando um utilizador do Apple Watch no estudo recebeu uma notificação de um batimento cardíaco irregular, a notificação pedia ao participante para agendar uma consulta de telemedicina com um dos médicos associados ao estudo.

Apenas 57% dos participantes do estudo que receberam uma notificação de pulso irregular procuraram ajuda médica

Os investigadores por trás do estudo disseram que os médicos precisam ter cuidado com dados obtidos de dispositivos de consumo ao tratar pacientes. Por outro lado, um cardiologista de Boston chamado Dr. Deepak Bhatt disse que o estudo foi muito importante porque mais pessoas usarão dispositivos portáteis no futuro.

A Apple planeia fazer um grande investimento na saúde, e o Apple Watch está na vanguarda dessa estratégia. O modelo da série 4 inclui um sensor de ECG em conjunto com o de frequência cardíaca que todos os modelos Apple Watch têm, a empresa está a trabalhar numa forma de o Apple Watch mostrar a leitura de glicose no sangue sem agulha. Essa leitura é usada pelos diabéticos para determinar a quantidade de insulina que precisam injetar para nivelar o açúcar no sangue até um nível normal. Atualmente, os diabéticos precisam retirar sangue e colocar uma gota numa tira de teste inserida num glicosímetro para ter uma leitura. Este teste é feito várias vezes ao dia.Se a Apple conseguir produzir um teste de glicose no sangue não invasivo no Apple Watch, isso por si só poderá ajudar a Apple a ficar no topo do mercado de smartwatchs.

 

Fonte

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link