Estas são as cinco marcas que actualmente vendem a maioria dos telemóveis

Mais uma vez, a Samsung conseguiu ocupar a primeira posição no ranking, e a Apple conseguiu manter a sua segunda posição, apesar do rápido crescimento das empresas da China. Muitos dos mais recentes telemóveis de referência das principais marcas disponíveis no mercado.

Das cinco marcas que mais vendem telemóveis no mercado, cada uma conseguiu acumular mais de 220 milhões de unidades do total de 314 milhões que foram vendidas durante o primeiro trimestre de 2022. Graças aos últimos dados de mercado compilados pelo portal Bankless Times, sabemos agora quantas unidades cada uma delas vendeu, e qual foi a sua quota de mercado durante os primeiros três meses deste ano.

Estas são as cinco marcas que actualmente vendem a maioria dos telemóveis 1

Mais uma vez, a Samsung conseguiu ocupar a primeira posição no ranking, e a Apple conseguiu manter a sua segunda posição, apesar do rápido crescimento das empresas da China.

Muitos dos mais recentes telemóveis de referência das principais marcas disponíveis no mercado.

Samsung, Apple, e Xiaomi são as três marcas que mais venderam telemóveis no primeiro trimestre de 2022.

O relatório deixa claro que a Samsung continua a ser o líder indiscutível no mercado dos aparelhos, com uma quota de mercado de 23,4% durante o primeiro trimestre do ano, graças às vendas de 73,6 milhões de smartphones, mais 17 milhões do que a Apple.

A empresa com sede em Cupertino, entretanto, detém o segundo lugar com uma quota de mercado de 18%, tendo vendido 56 milhões de iPhones. Isto representa um crescimento de 2,2% em relação ao ano anterior.

A Xiaomi ocupa a terceira posição, embora as suas vendas tenham caído 18% em relação ao ano anterior; posiciona-se com uma quota de 12,7%, e vendas de 39,9 milhões de unidades.

As duas empresas irmãs sob o guarda-chuva do conglomerado BBK Electronics, OPPO e vivo, cobrem a quarta e quinta posições respectivamente, com quotas de 8,7% e 8,1%. A OPPO conseguiu vender 27,4 milhões de unidades, com uma redução de 27% em relação ao ano anterior. Por seu lado, a vivo caiu ainda mais, em 28%, vendendo 25,3 milhões de unidades dos seus smartphones.

O primeiro trimestre de 2022 foi o terceiro trimestre consecutivo em que o mercado de smartphones registou um declínio nas vendas a nível mundial. As remessas diminuíram 8,9%, de acordo com a IDC, devido a problemas na cadeia de abastecimento, inflação e incerteza económica global. Nesse sentido, mencionam que a Samsung e a Apple conseguiram gerir melhor as suas cadeias de abastecimento do que o resto das empresas.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!