Equipamento Huawei 5G ajuda produtores de soja a combater doenças em plantações no Brasil

A implementação do novo sistema de apoio à agricultura está a ser testada pela primeira vez pelos produtores de soja da região. De salientar que, isso acontece durante o tempo em que o governo brasileiro está a considerar impor a proibição de equipamentos Huawei nos seus leilões de espectro de frequências 5G de 2021

Goiás, o estado agrícola brasileiro, lançou o seu novo projeto piloto no início desta semana para aumentar a produtividade da sua produção. Isso está a ser alcançado através de ações eficazes e rápidas no combate às doenças, que contam com tecnologia 5G e equipamentos fornecidos pela Huawei.

Huawei

A implementação do novo sistema de apoio à agricultura está a ser testada pela primeira vez pelos produtores de soja da região. De salientar que, isso acontece durante o tempo em que o governo brasileiro está a considerar impor a proibição de equipamentos Huawei nos seus leilões de espectro de frequências 5G de 2021 para operadoras de telecomunicações no país. Neste momento, a tecnologia 5G oferecida aos produtores ajudará na melhoria das colheitas por meio da recolha de informações através de um sistema de sensores.

Esses sensores serão colocados nos campos e até nos drones, que vão oferecer dados meteorológicos De imediatos e precisos, conforme afirma Tiago Fontes, diretor de marketing da Huawei Brasil. De acordo com uma informação da Reuters , a combinação de comunicações de banda larga rápida com processamento de dados em nuvem em tempo real oferecerá aos agricultores informações em tempo real,que de outra forma, levariam pelo menos três dias para reunir.

Relacionado:  Lançamento do Huawei P50 acontecerá a 2 de junho, o primeiro telefone HarmonyOS ao lado do Huawei Watch 3 e outros dispositivos

Huawei

Isto vai permitir uma tomada de decisão rápida dos agricultores, que podem trabalhar de forma eficiente para remover doenças e outras ameaças potenciais às plantações. Fontes acrescentou que “lançamos esta aplicação 5G para as plantações de soja de forma a aumentar a produtividade e reduzir os custos com herbicidas”. Este piloto fez a a sua estreia na cidade produtora de soja de Rio Verde e utilizou a rede 5G construída pela operadora de telecomunicações Claro.

Neste momento, ainda não se sabe qual função a empresa poderia ter na estrutura 5G do país, portanto, fiquem atentos para mais atualizações.

 

 

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!