Drones DJI podem voar sobre as multidões, se tiverem pára-quedas

Se algo correr mal, o pára-quedas é accionado por um sensor balístico. A empresa alega que o pára-quedas sai a uma velocidade de 90 milhas por hora, levando apenas 30 milissegundos.

De acordo com a Indemnis, o sistema Nexus dos drones DJI atua como uma medida de segurança no caso de o drone falhar. O sistema está equipado com sensores que podem determinar se alguma anomalia ocorrer durante um vôo. Se algo correr mal, o pára-quedas é accionado por um sensor balístico. A empresa alega que o pára-quedas sai a uma velocidade de 90 milhas por hora, levando apenas 30 milissegundos. Ele sai de um tubo que infla para manter as linhas do pára-quedas longe do corpo do drone e das suas hélices.

Para ser aprovado para uso sobre a cabeça dos transeuntes, o paraquedas Nexus teve que passar por 45 testes de funcionalidade que examinam o uso do sistema em cinco cenários de falha diferentes. O sistema Indemnis está disponível a partir de hoje para o DJI Inspire 2. A empresa planeia oferecer uma versão do pára-quedas para o Matrice 200 e série 600 de drones antes do final de 2019. O primeiro sofreu de um problema no ano passado que fazia os drones inesperadamente cairem do céu.

Relacionado:  Protótipo Samsung dobra duas vezes e tem 3 ecrãs

 

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!