Android Geek
O maior site de Android em Português

Cyberpunk 2077 processado em tribunal

O tão aguardado Cyberpunk 2077 está a trazer algumas dores de cabeça à empresa que o desenvolveu, a CD Projekt Red.   A CD Projekt Red vai entrar em despesas pois a Sony está a permitir devoluções sem perguntas de cópias Cyberpunk 2077 para a PS4, mas o prejuízo financeiro pode ser ainda mais doloroso para a empresa.

O tão aguardado Cyberpunk 2077 está a trazer algumas dores de cabeça à empresa que o desenvolveu, a CD Projekt Red.  

A CD Projekt Red vai entrar em despesas pois a Sony está a permitir devoluções sem perguntas de cópias Cyberpunk 2077 para a PS4, mas o prejuízo financeiro pode ser ainda mais doloroso para a empresa.

Cyberpunk 2077 DLC grátis

Na véspera de Natal, o investidor Andrew Trampe entrou com uma ação judicial contra a CD Projekt Red que exige indemenizações não especificadas, argumentando que a empresa fez declarações “falsas e / ou enganosas” sobre o jogo, em vários pontos e que induziu os clientes em erro.

A alegação argumenta que o jogo “era virtualmente impossível de jogar nos sistemas Xbox ou PlayStation da geração actual devido a um enorme número de bugs” que levaram a empresa a sofrer “danos à reputação e pecuniários”.

As provas para a acusação, são uma série de citações supostamente tiradas literalmente de anúncios de programadores e comunicações com investidores. numa teleconferência em novembro, por exemplo, a empresa é citada como reconhecendo a existência de bugs, mas afirmou que "acreditamos que o nível será tão baixo que os jogadores não os vejam". O processo também destaca que a CD Projekt Red rotulou o jogo como “completo e jogável” em janeiro de 2020, antes de o ter adiado várias vezes.

Relacionado:  Suposto Sony Xperia 10 III visto no Geekbench com Snapdragon 690 e 6GB RAM

Um comunicado de imprensa que acompanha a ação do Rosen Law Firm solicita que os investidores interessados ​​em entrar na ação coletiva entrem em contato com o escritório de advogados, que é especializado em “direitos globais do investidor”, o mais tardar em 22 de fevereiro de 2021.

Continua o que só pode ser descrito como um primeiro mês 'instável' para o Cyberpunk 2077. Embora a experiência seja dramaticamente diferente dependendo da versão que o utilizador está a jogar (a edição para Stadia tem comparativamente poucos bugs), a empresa reconheceu que há muito trabalho a fazer, com patches prometidos para os próximos meses.

O primeiro deles - versão 1.06 - chegou há alguns dias, e deve garantir “melhor gestão e estabilidade da memória, resultando em menos travamentos” na consola. Também inclui uma correção para um bug em PC, onde exceder 8 MB de arquivos guardados fazem perder todo o progresso.

A vida não está fácil para a CD Projekt Red.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!