Android Geek
O maior site de Android em Português

Coronavírus faz mais uma vítima: iPhone 12 pode ser adiado

E os engenheiros e executivos da Apple vêm à China para acertar os últimos detalhes antes de ser iniciada a produção em massa. No entanto, este ano, o processo de preparação do iPhone 12 foi adiado devido a restrições de viagens causadas pela nova epidemia de coronavírus.

No início de cada ano, os fornecedores da Apple preparam-se para produzir novos iPhones. E os engenheiros e executivos da Apple vêm à China para acertar os últimos detalhes antes de ser iniciada a produção em massa. No entanto, este ano, o processo de preparação do iPhone 12 foi adiado devido a restrições de viagens causadas pela nova epidemia de coronavírus.

A produção de novos iPhones geralmente começa no verão. Mas, nos primeiros meses de cada ano, os funcionários da Apple vão à China para melhorar o processo com OEMs como  a Foxconn. Ex-funcionários da Apple entrevistados pela Reuters referiram que, se os engenheiros da Apple não puderem reunir com os engenheiros da Foxconn China para planear a produção do iPhone 12, a situação "pode ​​ser muito má".

Em relação aos problemas de produção, o ex-funcionário disse: 'Eles provavelmente têm uma linha de montagem na qual estão a testar a montagem dos terminais, mas os engenheiros da Apple não são os da Foxconn. A Apple tem a última palavra antes de ser iniciada a produção.`

iPhone 12 Qualcomm x60

Fontes familiarizadas com os processos da Apple dizem que o trabalho nessa área geralmente começa após o Ano Novo Chinês. Em fevereiro, a Apple geralmente nas fases avançadas de verificação da engenharia de novos produtos.

O atraso neste estágio pode afetar a data da finalização da Apple de pedidos de Chipsets e outros componentes. Esses pedidos geralmente são confirmados muito antes do início da produção total.

Geralmente, os engenheiros da Apple e da Foxconn cooperam para construir linhas de produção e realizar operações de teste em março e abril, além de fazer ajustes finais em abril e maio. Fontes familiarizadas com os processos da Apple disseram que todo o processo era "muito complicado" e "existem muitas variáveis ​".

Alguns especialistas em cadeia de fornecedores disseram anteriormente que a Apple ainda tem tempo para garantir o cronograma de produção do novo iPhone. No entanto, as actuais restrições de viagem dificultam a situação.

Os fornecedores do iPhone 12 não trabalham com toda a capacidade

Um executivo de uma empresa de semicondutores que trabalha com uma equipa chinesa analisou o ciclo de produção de smartphones. Ele disse: ‘Não há trabalho presencial a ser realizado. E a expectativa é que isso provavelmente não vai mudar por mais um mês. Estamos a falar de dois meses perdidos, o que no ciclo de electrónicos de consumo é imenso. '

Em fevereiro, a Foxconn e as fábricas de outros fornecedores da Apple fecharam por demasiado tempo. Embora algumas fábricas estejam a regressar ao trabalho, a escassez de mão-de-obra, as restrições de viagens e as regras de isolamento não permitem atingir a capacidade máxima. Os executivos da Foxconn estão a trabalhar remotamente em Taipei e não podem regressar à China continental.

As companhias aéreas usadas pela Apple, como a United, também suspenderam muitos voos para a China. A United não retomará os vôos para Pequim, Chengdu, Hong Kong e Xangai até 24 de abril. Os viajantes que viajaram para a China também estarão sujeitos a exames de saúde e outras restrições ao regressar aos Estados Unidos.

A Apple havia alertado anteriormente os investidores de que a empresa pode não alcançar a meta de receita devido à escassez de produtos e ao encerramento de lojas e fábricas. A Apple anunciará mais informações sobre o impacto do novo vírus na sua divulgação de ganhos de abril.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais