Como configurar o Face Unlock no Xiaomi Redmi Note 5 Pro

 

Antes que possam começar a usar o Face Unlock, têm que se certificar de que estão na compilação certa. O Redmi Note 5 Pro vem com uma compilação beta MIUI 9 (9.2.2.0) de fábrica, mas há uma atualização OTA passa o equipamento para a equipa dos firmwares estáveis. Quando estiverem no MIUI 9 build 9.2.4.0 (NEIMIEK), podem usar o recurso de desbloqueio do rosto.

Para usar Desbloqueio de rosto, é necessário configurar uma password para o ecrã de bloqueio. O telefone possui um sensor de impressões digitais muito eficiente, configurem isso também antes de começar a configuração de Face Unlock.

Para registarem o vosso rosto da primeira vez, escolham um ambiente bem iluminado para garantir que não há falhas no registo.

  1. Abrir Configurações.
  2. Descer até a secção Sistema e dispositivo.
  3. Tocar em Bloqueio ecrã. Selecionar Adicionar dados de rosto.
  4. Confirmar a password atual e clicar em Avançar.
  5. Ler as instruções no ecrã e pressionar Próximo.
  6. Posicionar o rosto no meio da área oval. Deverão ver uma mensagem de confirmação após cinco a dez segundos.
  7. Clique em Concluído para terminar.
Imagens Android Central
Imagens Android Central

Geralmente, é preciso algumas tentativas para resgistar os dados de rosto com sucesso,  se não funcionar na primeira vez, tentem novamente.

Usar o Face Unlock no Xiaomi Redmi Note 5 Pro

 

Para usar o recusro é necessário “acordar” o equipamento com o botão de energia, só nessa altura a câmera tentará captar o rosto do utilizador.

Dito isto, a autenticação é rápida quando funciona, mesmo em condições de pouca luz. Como já vimos antes com o reconhecimento facial, não é tão seguro quanto a autenticação baseada em impressões digitais, e por sua vez, a Xiaomi faz um excelente trabalho de mencionar desde o inicio. Mas se procuram uma nova maneira de desbloquear o telefone, devem pelo menos experimentar.

O desbloqueio de rosto está limitado ao Redmi Note 5 Pro por enquanto, mas a Xiaomi não descartou a possibilidade de trazer o recurso para outros dispositivos do portfólio. I