China e Europa aumentam a distância para os EUA na produção de Veículos Elétricos

‎De acordo com uma reportagem da ‎‎CNBC, ‎a notícia chega de um novo estudo do International Council on Clean Transportation (ICCT), que constatou que a diferença aumentou de 2017 para 2020.

‎Nos últimos anos, os EUA têm ficado atrás da Europa e da China na produção de veículos elétricos. E agora, uma nova informação veio revelar que esta lacuna aumentou ainda mais entre os EUA e estas regiões.‎

‎De acordo com uma reportagem da ‎CNBC, ‎a notícia chega de um novo estudo do International Council on Clean Transportation (ICCT), que constatou que a diferença aumentou de 2017 para 2020. O estudo constatou que o número de veículos elétricos de passageiros fabricados entre 2010 e 2020 foi superior a 10 milhões de unidades. Além disso, as montadoras norte-americanas produziram cerca de 20% das ações globais no final de 2017. Embora em 2020, esse número tenha caído para 18% do total de veículos elétricos produzidos desde 2010.‎

China e Europa aumentam a distância para os EUA na produção de Veículos Elétricos 1

‎Por outro lado, a participação da produção da Europa e da China aumentou nesse período. A mesma informação também acrescenta que um dos principais fatores que levaram a esta diferença foram as políticas governamentais que promoviam os VE no mercado automobilístico. Nic Lutsey, diretor de programas da ICCT, acrescentou que "o crescimento da fabricação de veículos elétricos acontece onde há fortes políticas nacionais projetadas para estimular o mercado. Centenas de milhões de dólares estão sobre a mesa, e os Estados Unidos nem sequer se preocuparam em levantar uma cadeira."‎

Relacionado:  Nokia revela os fones de ouvido BH-805 com ANC na Europa por €99.99

‎Durante o mesmo período de 10 anos, a China foi o maior produtor de VE do mundo e representou 44% de todos os veículos elétricos fabricados mundialmente. Isto marcou 4,6 milhões de unidades tanto para produção quanto para vendas. Enquanto isso, a Europa foi responsável pela produção de cerca de 25% do total de VE, produzindo 2,6 milhões de unidades e vendendo 3,2 milhões de unidades. As vendas mais fortes no exterior levaram a fabricante americana de VE, Tesla a instalar-se em outros países, tal como a China e futuramente na Alemanha.

China e Europa aumentam a distância para os EUA na produção de Veículos Elétricos 2

Os veículos elétricos vieram para ficar, quer se goste ou não. As suas vendas e produções de veículos claramente justificam esta afirmação. Muito graças à Tesla que desbravou o caminho inicial, e abriu os olhos a todas as marcas mundiais.‎

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!