Capacidade de produção das fábricas da Xiaomi restabelecida para 80%

A conferência foi liderada pelo presidente do grupo, Wang Xiang. Ele explicou como a empresa conseguiu superar a crise do COVID-19.

A Xiaomi realizou uma conferência online para comunicar o status actual da empresa em meio ao surto de coronavírus. A conferência foi liderada pelo presidente do grupo, Wang Xiang. Ele explicou como a empresa conseguiu superar a crise do COVID-19. Segundo a informação disponível, a China superou o ponto crítico da disseminação do coronavírus.

Capacidade de produção das fábricas da Xiaomi restabelecida para 80% 1

Xiang afirmou que todos os 2.000 funcionários da província de Wuhan estavam de licença desde 20 de janeiro. Mas agora, gradualmente, todos eles retomaram os seus empregos com 0% de infecção pelo vírus. Além disso, a empresa emitiu a cada equipa no local duas máscaras, uma garrafa de spray de desinfecção de álcool e outra garrafa de desinfetante antibacteriano para as mãos para se protegerem de possíveis infecções.

Capacidade de produção das fábricas da Xiaomi restabelecida para 80% 2

Wang também afirmou que a cadeia de fornecedores da Xiaomi já havia retomado a produção acima de 80% da sua capacidade total em 19 de março. A empresa reabriu mais de 1.800 lojas oficiais de venda em toda a China. Além disso, a linha de produção da Redmi está a operar com capacidade total de momento. Wang também anunciou que a empresa está a trabalhar para doar suprimentos médicos para países estrangeiros.

Relacionado:  Xiaomi Mijia S500 é a máquina de barbear que precisam

Na semana passada, o COO MuraliKrishnan C da Xiaomi Índia garantiu que a pandemia de coronavírus não afetará os negócios da empresa no país.

A fabricante de smartphones acaba de lançar a sua série Redmi Note 9 na Índia, o lançamento em território chinês é incerto. Além disso, a empresa lançará a nova série Mi 10 na Índia a 31 de março.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!