Android Geek
O maior site de Android em Português

Aumentem a vossa realidade com o Huawei Mate 20 Pro: é assim que o sistema de digitalização 3D funciona

O Huawei HiVision é provavelmente o software baseado em Android que usa os mais novos recursos que a inteligência artificial trouxe para os nossos telefones, especialmente quando se trata de aproveitar o que o dispositivo vê com as suas câmaras. O poder da HiVision flui á volta de um conjunto de aplicações que nos permitem, apenas a apontar a câmara e reconhecer objetos, lugares, obras de arte e / ou paisagens, traduzir textos, comparar produtos ou calcular as calorias de comida.

Mesmo que estejamos todos à espera do Huawei P30 que irá adicionar certamente valor ao já nobre catálogo Android da Huawei, a verdade é que Huawei tem já no mercado equipamentos incríveis como a sua linha Mate

O Huawei Mate 20 Pro e o seu chipset HiSilicon Kirin 980, são uma combinação de luxo com a melhor IA do mercado de smartphones que, sem dúvida, marcou uma tendência no Mobile World Congress.

O Huawei HiVision é provavelmente o software baseado em Android que usa os mais novos recursos que a inteligência artificial trouxe para os nossos telefones, especialmente quando se trata de aproveitar o que o dispositivo vê com as suas câmaras.

O poder da HiVision flui á volta de um conjunto de aplicações que nos permitem, apenas a apontar a câmara e reconhecer objetos, lugares, obras de arte e / ou paisagens, traduzir textos, comparar produtos ou calcular as calorias de comida.

O nosso smartphone já é uma enciclopédia inteligente disposta a ajudar-nos em todos os momentos, mas não só isso, porque além disso o Huawei Mate 20 Pro é capaz de reconhecer rostos em três dimensões graças a alguns sensores de profundidade e um scanner que projeta mais de 30.000 pontos no nosso rosto, mapeando-o em 3D para ter uma autenticação biométrica mais avançada. Mas há mais, porque o scanner 3D permite modelar objetos, animá-los e usá-los para criar conteúdo.

Tecnologia de mapeamento 3D, pronta para impressionar com 'Qmojis' e hologramas

Desta vez, não falamos apenas em reconhecer o rosto do utilizador para desbloquear o dispositivo ou autorizar operações em aplicações, mas também a capacidade de entender o ambiente circundante. O Huawei Mate
20 Pro
tornou possível mapear objetos em 3D com o nosso smartphone e aproveitá-los como modelos holográficos, algo que o Google havia avançado um pouco com o Project Tango.

A Huawei usou o ARCore, a evolução da realidade aumentada do Google, para implementar software que pode fazer scan 3D ao nosso rosto e transformá-lo num Qmoji alimentado por AI, este Qmoji vai entender os nossos gestos e imitá-los perfeitamente para expressar emoções numa conversa de chat ou num stream nas redes sociais.

 

Google Play Services for AR
Google Play Services for AR
  • Google Play Services for AR Screenshot
  • Google Play Services for AR Screenshot
  • Google Play Services for AR Screenshot
  • Google Play Services for AR Screenshot
  • Google Play Services for AR Screenshot

O futuro da interacção homem-máquina está aqui, e é aqui que o FlagShip da Huawei também permite registar um modelo 3D de quase qualquer objecto , analisando-a de todos os ângulos, a criando assim um objecto holográfico com o qual podemos interagir, ou introduzindo-o em fotografias ou vídeos para um nível mais elevado de criatividade.

É uma implementação interessante que antecipa as enormes possibilidades dos sensores de realidade aumentada e profundidade nos smartphones, que poderão no futuro oferecer aplicações de decoração que coloquem móveis ou objetos em tempo real nas salas às quais apontarmos a câmara, ou até mesmo simular como nos ficam roupas antes de as comprarmos.

Huawei Mate 20 Pro, digitalização 3D

3D Live Maker faz magia da maneira mais simples

Com o objectivo de oferecer funcionalidades avançadas, a equipa de desenvolvimento da Huawei começou a trabalhar para que a sua aplicação o 3D Live Maker facilite a criação desses hologramas em três dimensões, permitindo ao utilizador digitalizar qualquer coisa do mundo real para a usar em fotos, vídeos ou publicações nas suas redes sociais, pois esses objetos são suportados por serviços como o Facebook.

O processo de modelagem é muito mais simples do que esperaria, e é o próprio smartphone que nos guia num processo que envolve mover o objecto diante da câmara para criar um avatar virtual, que será guardado na memória do telefone.

Durante a digitalização veremos no ecrã as áreas já detectadas, e o Google Assistant indicará como devemos mover o objecto a ser modelado para completar o holograma tridimensional.

Uma vez criados, os chamados 3D Live Emojis não só podem ser colocados discretamente em fotos ou vídeos, mas também podemos mudar o tamanho,a  sua aparência e até dar-lhes vida através de animações, pois os objetos podem reagir aos nossos movimentos ou aos toques no ecrã.

Criar montagens impressionantes não é mais uma exclusividade dos especialistas em filmes, só precisamos de uma iluminação correta e de um Huawei Mate 20 Pro para deixar todos os nossos amigos sem palavras. E o que vemos é apenas uma pré visualização do que a melhor IA no mercado pode alcançar num curto período de tempo, com a imaginação como limite ...

 

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais