Android Geek
O maior site de Android em Português

Vendas Xiaomi e Apple na China afundaram em 2018

Essa é uma das grandes razões pelas quais, em 2019, o volume de produção global de smartphones vai diminuir até 5%. No entanto, esta não é a única razão aparente que ameaça o número de vendas de algumas empresas:

inovação tecnológica no mercado de dispositivos móveis não parou, é verdade que há vários anos qe não encontramos um dispositivo realmente "revolucionário" e as ideias dos fabricantes são replicadas em quase todos os modelos actuais. Essa é uma das grandes razões pelas quais, em 2019, o volume de produção global de smartphones vai diminuir até 5%.

No entanto, esta não é a única razão aparente que ameaça o número de vendas de algumas empresas: Desaceleração Económica da China e o alto preço dos principais smartphones das grandes marcas acaba por afectar o humor dos consumidores, que acabam por escolher alternativas mais acessíveis, mas com uma ótima relação preço-desempenho.

As vendas de Xiaomi e Apple na China afundaram até o final de 2018

Todo esse contexto global levou empresas como Apple e Xiaomi a diminuir "drasticamente" as suas vendas na China, um dos maiores mercados do mundo. Além disso, o boom da Huawei e o seu posicionamento como novo líder mundial, colocam a empresa chinesa neste momento como o primeiro em vendas e o que mais cresceu, apesar dos problemas que teve com o governo dos Estados Unidos, que apresentou acusações criminais por fraude e espionagem. A Huawei é seguida por empresas como Oppo e Vivo, com crescimentos menorese logo após a Apple e Xiaomi.

Huawei consolida o seu posicionamento, enquanto Apple e Xiaomi não encontram uma solução para o problema chinês

O alto preço do iPhone e a desaceleração do mercado chinês aparecem como as principais causas pelas quais a Apple diminuiu as suas vendas na China. Isso é analisado por uma investigação pela consultora IDC, que afirma que o mercado interno chinês contraiu 9,7%, enquanto os números de Cupertino caíram quase duas vezes no mesmo período. Tenham em mente que a multinacional dos EUA tem prevista uma queda de vendas de 10% e afunda no mercadode acções porque as vendas do iPhone foram mais escassas que o esperado.

As vendas de Xiaomi e Apple na China afundaram até o final de 2018

No entanto, não foi a única empresa que sofreu esse problema: segundo o mesmo estudo,a Xiaomi saiu-se ainda pior. Como destacado pela Bloomberg, as suas vendas caíram nesse país em 35%, em contraste com a Huawei, que cresceu 23,3% no último trimestre do ano passado, assumindo a liderança em quase todas frentes de tecnologia móvel.

Por essa razão, os analistas acreditam que tanto a Apple quanto todas as empresas deveriam transformar a sua estratégia de vendas em outros setores, como marketing e serviços, ou seja o que pode ser oferecido para além de diversificar o seu catálogo de produtos e fornecer um novo dispositivo com avanços verdadeiramente inovadores.

 

Será o telefone dobrável a solução? Muitos especialistas dizem que este novo tipo de dispositivo associado a implantação de 5G vai reativar o entusiasmo dos consumidores, embora muitos sejam um pouco mais cautelosos: apenas em 2020 é esperada a implementação global desta nova tecnologia de comunicação sem fio.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais