Android Geek
O maior site de Android em Português

Esta é a razão da falta de stock de equipamentos da Xiaomi

A maioria das empresas de smartphones, onde se incluem grandes players como a Xiaomi, Huawei e Samsung contam com ODMs (Fabricantes de Design Original) para projectarem e fabricarem os seus smartphones. ODMs cuidam do projecto geral e das especificações para fabricarem produtos que são adaptados às necessidades do cliente. Dessa forma, as empresas não precisam preocupar-se com fábricas ou a produção, poupando assim custos e e encurtando o ciclo de desenvolvimento de produtos.

 

Mais do que uma vez vimos que a Xiaomi luta para acompanhar o fornecimento dos seus novos smartphones. Muitas vezes os utilizadores têm de esperar semanas para ter uma unidade durante as suas vendas flash. Isto foi também evidente no caso do Xiaomi Mi 9 na China, especialmente nas primeiras semanas após o seu lançamento. Depois por outro lado, há empresas de smartphones como a Vivo, que mantêm um stock estável como por exemplo do seu último flagship o Vivo iQOO.

A pergunta é: porque há uma diferença tão grande na oferta entre os dois fabricantes? Uma nova informação poderá explicar as suas estratégias de fabricação.

Xiaomi Mi 9

A maioria das empresas de smartphones, onde se incluem grandes players como a Xiaomi, Huawei e Samsung contam com ODMs (Fabricantes de Design Original) para projectarem e fabricarem os seus smartphones. ODMs cuidam do projecto geral e das especificações para fabricarem produtos que são adaptados às necessidades do cliente. Dessa forma, as empresas não precisam preocupar-se com fábricas ou a produção, poupando assim custos e e encurtando o ciclo de desenvolvimento de produtos.

Esta é a razão da falta de stock de equipamentos da Xiaomi 1

De acordo com novos dados, a Xiaomi depende muito dos ODMs. Na verdade, a confiança da Xiaomi em terceiros é considerada uma das maiores entre os principais players de smartphones do mercado. Os dados revelam que a Xiaomi entrega a terceiros quase 75% do seu projecto e fabrico para ODMs como Huaqin, Wingtech e Longcheer. Essas três empresas são os três principais ODMs do mercado actualmente, eles têm a experiência e o conhecimento necessários para produzir rapidamente smartphones. No entanto, percebemos que a entrega a terceiros ainda não é uma maneira garantida de atender à procura dos clientes, que, no caso, é bastante alta. É provavelmente por isso que a Xiaomi se esforça para aumentar a produção rapidamente no período inicial de alta procura.

smartphone idc

Por outro lado, vamos dar uma vista de olhos numa empresa como a Vivo. Esta fabricante chinesa de smartphones está a sair-se excepcionalmente bem nos últimos meses. A Vivo e Huawei foram as duas únicas empresas na lista top 5 que aumentaram as suas vendas no 1º trimestre de 2019 em relação ao ano anterior. Enquanto os equipamentos expedidos de outras empresas, onde se incluem Xiaomi, caíram no mesmo período. O controlo estreito da empresa sobre o seu fabrico provavelmente ajudou a estabilizar o seu fornecimento.

De acordo com a informação, a Vivo é a única empresa que é completamente auto-suficiente para projectar e fabricar os seus smartphones. Então, quando o iQOO teve uma escassez inicial de fornecimentos, a empresa pôde rapidamente trabalhar com as suas fábricas para reparar a lacuna de fornecimento. O investimento inicial na criação das suas próprias fábricas poderia ter sido bastante alto, o movimento parece estar a valer a pena.

Como a Vivo cuida do seu próprio projecto e fabrico, conseguiu estabelecer fortes relações directas com fornecimentos essenciais de componentes. Isso garante que a empresa tenha uma vantagem competitiva mesmo quando a oferta de componentes de alta qualidade possa ser pequena. A empresa já é pioneira em muitas inovações tecnológicas. Recursos da próxima geração, como sensores no ecrã, um port-less e smartphones sem hole-punch e até mesmo o primeiro smartphone completamente fullscreen do mundo, o Vivo Nex, veio deste gigante de tecnologia chinês.

Ainda que, empresas como a Nokia e a OPPO tenham aumentada a sua confiança nos ODMs para atender às suas necessidades de fabrico. Curiosamente, a Lenovo entrega a terceiros quase 85% do seu fabrico, ainda mais que a Xiaomi. Até mesmo a LG forneceu 50% da sua fabrico para os ODMs. Esta é a principal razão para a escassez de stock de equipamentos da Xiaomi.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais