Apple com a maior queda em 13 anos

A Apple confirmou através de Tim Cook uma “pausa de crescimento”, com uma queda acentuada nas vendas do iPhone na sequência de uma queda nas vendas deste trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado.

A Apple confirmou através de Tim Cook uma "pausa de crescimento", com uma queda acentuada nas vendas do iPhone na sequência de uma queda nas vendas deste trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado.

A empresa divulgou um lucro inferior em  cerca 22,5 por cento. Este será, aparentemente,  a primeira queda de receita da empresa em 13 anos.

 

Cook disse que a empresa tinha experienciado "ventos contrários macroeconómicos"

As vendas de iPhones caiu 18 por cento para 32,86 bilhões US $ , o aspecto positivo nos números vem do negócio de serviços, que registou um crescimento de 20 por cento para 5,99 bilhões $ US  - foi o segundo maior gerador de receita da Apple durante este período. A receita da App Store conseguiu um aumento de 35 por cento , e o serviço Apple música tem agora mais de 13 milhões de assinantes pagantes, levando a "um ponto de inflexão", após muitos trimestres de declínio nas vendas de música digital.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Relacionado:  Xiaomi Redmi Buds 3 Pro cancelamento de ruído ativo e mais
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!