Apple está a desenvolver um iPad de quinze polegadas que pode executar aplicações Mac

Bem, as especulações até agora são de que o ecrã pode corresponder a 15 polegadas. Quais são os destaques do IPad de 15 polegadas?

Os rumores mais recentes sobre os novos equipamentos da empresa da maçã, é que o portefólio deverá incluir um iPad de 15 polegadas que consegue executar aplicações Mac, o que faria sentido. Na última edição do Power On, Mark Gurman da Apple reiterou a sua opinião de que os engenheiros e equipas de design da Apple estão a desenvolver produtos iPad com ecrãs maiores. Bem, as especulações até agora são de que o ecrã pode corresponder a 15 polegadas.

15-inch iPad

Quais são os destaques do IPad de 15 polegadas?

Naturalmente, o ecrã será o principal ponto de venda deste dispositivo. No entanto, há relatos de que o iPad de 15 polegadas suportará de alguma forma as aplicações Mac. Além disso, o corpo deste dispositivo terá de ser grosso, devido á inclusão de um sistema de som potente. Além disso, a interface de alimentação para este dispositivo estará na parte de trás e suportará suspensão na parede”

A Apple utilizará liga de titânio na próxima geração de iPad.

Ao longo dos últimos anos, a Apple tem vindo a explorar diferentes soluções de design para melhorar o iPad. Um relatório recente afirma que a empresa está agora a considerar o uso de liga de titânio para fabricar o chassis para o iPad. Esta liga de titânio irá substituir as actuais caixas de liga de alumínio nos iPads. A nova geração de iPads poderá ser o primeiro modelo a adoptar este novo material. Recentemente, a Apple registou diversas patentes relacionadas com estruturas de liga de titânio. No futuro, os dispositivos que podem utilizar liga de titânio incluem MacBook, iPad, e iPhone. Em comparação com o aço inoxidável, as ligas de titânio são mais duras e mais resistentes a riscos.

Vai gostar de saber:  Samsung Galaxy A53 vai chegar com variantes Exynos e Snapdragon

Apple iPad Mini 6

No entanto, a dureza do titânio também torna difícil trabalhar a textura. Assim, a Apple desenvolveu um processo de jacto de areia, decapagem e processo químico que pode dar à superfície de titânio um tratamento de alto brilho, tornando-a mais atractiva. A Apple tem também estudado a utilização de revestimentos de superfície de óxido fino para lidar com o problema das impressões digitais. Os especialistas da indústria afirmam que a abordagem da Apple consiste em testar as actualizações radicais no iPad. A nova geração de iPad irá primeiro adoptar este material de construção. A razão pela qual a empresa não está a considerar o iPad Pro é que este suporta carregamento sem fios, o que deve ser imcompatível com uma estrutura de liga de titânio,

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!