Android Geek
O maior site de Android em Português

A UE seguiu o exemplo do Reino Unido e permite à Huawei participar da implementação do 5G

Tal como no Reino Unido, o governo dos EUA exerceu pressão sobre a UE para proibir a gigante tecnológica chinesa, alegando que os equipamento de rede da empresa representam uma ameaça à segurança, mas a UE não cedeu à pressão dos EUA. Sob o novo conjunto de Regras e diretrizes 5G, os países da UE podem decidir qual o papel da Huawei nas suas redes de telecomunicações 5G.

Após a decisão da Grã-Bretanha, a UE permitiu também que a Huawei possa participar da implementação 5G e disse aos estados membros membros para decidirem o papel que pretendem para as suas redes de telecomunicações 5G.

Tal como no Reino Unido, o governo dos EUA exerceu pressão sobre a UE para proibir a gigante tecnológica chinesa, alegando que os equipamento de rede da empresa representam uma ameaça à segurança, mas a UE não cedeu à pressão dos EUA.

29/01/2020 REUTERS/Dado Ruvic Foto: Reuters
29/01/2020 REUTERS/Dado Ruvic Foto: Reuters

Sob o novo conjunto de Regras e diretrizes 5G, os países da UE podem decidir qual o papel da Huawei nas suas redes de telecomunicações 5G. No entanto, também têm o direito de restringir ou excluir qualquer fornecedor de 5G.

Na terça-feira, o governo do Reino Unido permitiu a participação da Huawei para a rede móvel 5G e recusou-se a ouvir o pedido dos EUA para proibir a gigante da tecnologia chinesa.

A Huawei também se congratula com a decisão através da seguinte declaração:

"Congratulamo-nos com a decisão da Europa, que permite à Huawei continuar a participar da distribuição 5G da Europa. Continuaremos a trabalhar com governos e indústrias europeias para desenvolver padrões comuns para fortalecer a segurança e a confiabilidade da rede. ”Disse Kevil Liu, Presidente de Assuntos Públicos da Huawei, Europa Ocidental.

 

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais