Android Geek
O maior site de Android em Português

A Samsung perde cada vez mais terreno para a Huawei na China

O negócio não tem sido muito favorável para a Samsung no mercado da China ultimamente. De acordo com um relatório vindo da Counterpoint, as vendas dos smartphones da marca Sul Coreana desceram, para cerca de 60% no primeiro trimestre de 2017. A gigante Sul Coreana vendeu cerca de 3.5 milhões de smartphones, e conseguiu apenas uma percentagem de 3.3% do mercado, descendo assim 8.6% em relação ao ano anterior de 2016.

Aqui o novo flagship da Samsung, que parece não conquistar o mercado chinês.

A Samsung tem tido um trabalho duro, competindo com as marcas chinesas, incluindo a Huawei, Oppo e Vivo, que aumentaram as suas vendas em 25%, 81% e 60% respectivamente. A Huawei é no momento o maior fabricante na China, nos primeiros 3 meses do ano, com um share de mercado de 19.7%. A Oppo está no segundo lugar com um share de 17.5%, seguindo logo a seguir a Vivo com 17.1% de mercado.

A Samsung perde cada vez mais terreno para a Huawei na China 1

De acordo com os analistas da indústria, as 3 marcas de topo foram capazes de aumentar as suas vendas, oferecendo preços mais baixos, e através de um marketing bastante directo. Os smartphones da Samsung por outro lado, são mais caros e estão apenas disponíveis em lojas de retalho que não online, e em outras plataformas especializadas.

O futuro da Samsung na China não promete muito, pelo menos no momento actual. A marca terá de procurar uma outra estratégia, para conquistar o público se quiser ser ainda um ponto relevante, no maior mercado mobile do mundo.

A Samsung perde cada vez mais terreno para a Huawei na China 2

Os consumidores chineses, são mais sensíveis aos preços  do que nos outros mercados a Oeste, portanto a Samsung precisa ter isto em conta, para ter uma estratégia de preços mais agressiva.

Grande parte dos consumidores chineses, adquirirem os seus equipamentos no mercado online, entrar nesta àrea de forma agressiva ajudaria a Samsung a competir, com as mesmas armas. Se não o fizer a Samsung arrisca-se a não conseguir desafiar a Vivo, Oppo e muito menos chegar à Gigante chinesa Huawei, que actualmente tem a a sua quota de mercado cimentada, com preços baixos e uma excelente performance.

A gigante Sul Coreana tem exactamente o mesmo problema na Índia, onde está a perder a batalha contra os equipamentos Low Cost de marcas chinesas, como a Lenovo, One Plus, Gionee e Xiaomi.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais