Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei registou o maior número de patentes em 2018

Com um total de 5.405 pedidos de patentes no ano passado, a Huawei regista o dobro da Mitsubishi Electric e Intel, que ficaram em segundo e terceiro na lista.

Pode ser uma surpresa para alguns que foi Huawei que apresentou o maior número de pedidos de patentes internacionais em 2018. Na verdade a empresa chinesa registou 5.405 pedidos de patentes no ano passado, o dobro da Mitsubishi Electric e Intel, que ficaram em segundo e terceiro na lista. No entanto, isso não conta a história toda, ou pelo menos é isso que o Patent Result, uma empresa de investigação com sede em Tóquio, acredita.

Huawei Mate 30 Pro

Quantidade não significa qualidade

De acordo com a análise de qualidade das patentes registadas pelos principais candidatos em 2018, os pedidos de patente da Huawei não eram exatamente inovadores. De acordo com a análise, apenas 21% das patentes arquivadas pela Huawei podem ser classificadas como "altamente inovadoras". Em comparação, a Intel e Qualcomm que estão em terceiro e quarto lugar na lista tinham 32% e 44% de patentes 'altamente inovadoras' , respectivamente.

Patentes chinesas com alguns engenheiros dos EUA

O mais interessante é que a contribuição do talento norte-americano no registo dessas patentes de alta qualidade é bastante alta. A análise descobriu que dos 30 melhores engenheiros da Huawei, 17 deles foram recrutados a empresas estrangeiras, sendo a maioria norte-americanas. A Alguns dos melhores engenheiros da Huawei vêm de empresas como Motorola e outros gigantes de TI (salientamos que a Moto, atualmente sob a Lenovo, é uma empresa chinesa) para desenvolver a P&D da Huawei.

Comprar patentes também ajuda

Outro ponto importante que merece destaque é a agressiva onda de compras de patentes da Huawei. A gigante de telecomunicações comprou cerca de 500 patentes de empresas estrangeiras, das quais 250 eram de empresas americanas. Essas compras têm um impacto significativo no portefólio de patentes da empresa, uma vez que representam quase 67% das suas patentes de "alta qualidade". A informação acrescenta que a IBM e a Yahoo venderam um grande número de patentes à Huawei, 40 e 37, respectivamente.

Se bem se recordam, em julho, os senadores dos EUA apresentaram um projeto para impedir a Huawei de comprar ou vender patentes nos EUA. Dada a forma como as patentes estrangeiras formam uma parte importante do portfólio de patentes da empresa, essa mudança pode ser um duro golpe no avanço tecnológico da Huawei. O projeto de lei basicamente quer impedir que as empresas listadas na sua lista negra comercial comprem, vendam ou licenciem patentes dos EUA.

Por fim, vale acrescentar que as empresas de tecnologia geralmente são agressivas no que diz respeito ao fortalecimento do seu portfólio de patentes. A Samsung ficou em segundo lugar na lista de maior número de patentes dos EUA concedidas em 2018. A Apple ficou em décimo primeiro lugar, A Huawei estava no décimo nono lugar da lista.

(Fonte)

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais