Android Geek
O maior site de Android em Português

WIKO ajuda a configurar um smartphone mesmo para alguém que nunca o fez

Happy senior woman smiling and sharing data on smartphone with young daughter while sitting on couch at home together

A tecnologia é cada vez mais essencial para mantermos o contacto uns com os outros, especialmente nos dias de hoje. Por isso, quem ainda não se aventurou com smartphones, especialmente pessoas de uma faixa etária mais avançada, esta é a melhor altura para tal.

A tecnologia é cada vez mais essencial para mantermos o contacto uns com os outros, especialmente nos dias de hoje. Por isso, quem ainda não se aventurou com smartphones, especialmente pessoas de uma faixa etária mais avançada, esta é a melhor altura para tal. Existem, hoje, smartphones mais simples de utilizar que, com a configuração certa, conquistarão até a pessoa mais resistente à tecnologia. A WIKO, empresa europeia de smartphones, diz-te como configurar um smartphone para alguém que nunca usou nenhum e de que forma podes ajudar essa pessoa a compreender melhor este tipo de equipamentos.

WIKO ajuda a configurar um smartphone mesmo para alguém que nunca o fez 1
Happy senior woman smiling and sharing data on smartphone with young daughter while sitting on couch at home together

1. Configura o smartphone segundo as necessidades da pessoa
Ajuda a pessoa a configurar o smartphone ou entrega-o já configurado, para que seja apenas pegar e começar a utilizar. Podes inserir o cartão SIM, fazer a sincronização com a conta Google (se existir) e instalar as aplicações básicas que sabes que a pessoa vai utilizar. Guarda os seus dados de login para que não tenha problemas e configura o ecrã de bloqueio e a forma de desbloquear o smartphone – se for por código, utiliza um que a pessoa nunca se esqueça. Outra coisa importante, especialmente se falarmos de pessoas mais velhas, é configurar logo as informações de contacto de emergência e ensiná-la a acioná-lo em caso de necessidade.

2. Usa e abusa do Simple Mode
Smartphones como o Y51 da WIKO, por exemplo, oferecem a funcionalidade de Simple Mode. Isto permite organizar as aplicações favoritas, contactos mais utilizados, definições e muito mais num ecrã principal adaptado e às necessidades e preferências. Isto faz com que seja mais fácil para uma pessoa que não tem experiência em mexer em smartphones selecionar a aplicação que quer para fazer uma chamada ou videochamada, ou mesmo para se inteirar das notícias ou aceder à câmara.

3. Mostra-lhes para que serve cada botão
Há dois tipos de pessoas neste mundo: aquelas que clicam imediatamente em todos os botões para ver o que fazem e os que precisam que lhes expliquem onde clicar. A primeira coisa a ensinar é o que os botões principais fazem: como ligar e desligar o dispositivo, aumentar ou diminuir o volume, e voltar ao ecrã inicial. É também importante ensiná-los onde ligar o carregador e os auriculares. Optar por um smartphone com uma bateria duradoura, para que não precisem de estar a carregá-lo diariamente, poderá ser uma boa ideia.

Relacionado:  Trust tem tudo para renovar o teu setup de gaming

4. Introduz as videochamadas para se manterem em contacto
Depois de mostrares como se fazem chamadas normais e como se enviam mensagens, dá um passo além e ensina a atender videochamadas. Embora ao início possa ser mais complicar serem eles a efetuar a chamada, atendê-la é simples e podem até combinar uma hora todos os dias para fazerem uma videochamada e falarem um pouco. Numa altura em que é importante mantermos o contacto à distância, poder ver a cara dos nossos entes queridos é uma motivação extra e pode ajudar no dia a dia.

5. Tem paciência, aprender demora tempo
Não te chateies se a meio de uma videochamada a outra pessoa clicar num botão e desligar sem querer. Basta voltares a ligar. Não ralhes caso recebas as típicas “chamadas sem querer” apenas porque se enganaram no nome que queriam premir. Tenta não ficar frustrado com os membros da tua família à medida que estes começam a utilizar os seus smartphones e fazem cada vez mais perguntas – lembra-te que é isto que te vai permitir manter o contacto com eles e tenta esclarecê-los o melhor possível!

Aprender algo novo não é fácil quer se tenha oito ou oitenta anos de idade. Para aquelas pessoas que nunca mexeram num smartphone, depender agora dele para estar em contacto com a família e amigos pode ser um choque. Tenta ajudá-los sempre que possível e dá-lhes tempo para adquirirem o à vontade com este tipo de equipamentos. Com as funcionalidades user friendly dos smartphones de hoje, tornar-se-ão profissionais em menos de nada.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!