Android Geek
O maior site de Android em Português

WhatsApp começa a testar o acesso de vários dispositivos e outros recursos

Sim, estamos a falar de acesso simultâneo a uma conta Whatsapp de vários dispositivos ao mesmo tempo. Por exemplo, a aplicação poder ser usada num smartphone e tablet.

A equipa do popular WhatsApp começou a testar o recurso que os utilizadores pedem há muitos anos. Sim, estamos a falar de acesso simultâneo a uma conta Whatsapp de vários dispositivos ao mesmo tempo. Por exemplo, a aplicação poder ser usada num smartphone e tablet.

WhatsApp começa a testar o acesso de vários dispositivos e outros recursos

As novidades foram relatadas pelo WABetaInfo. Segundo a fonte, a conta do WhatsApp poderá ser usada em quatro dispositivos ao mesmo tempo. Neste momento, a função está em desenvolvimento e em breve aparecerá na versão beta. No entanto, ainda não sabemos as datas exatas de lançamento.

WhatsApp começa a testar o acesso de vários dispositivos e outros recursos 1

Os utilizadores do WhatsApp sonham com usar vários dispositivos desde o lançamento do Whatsapp em 2009. A sincronização entre dispositivos em simultâneo do WhatsApp simplesmente não era possível. Atualmente, o WhatsApp apenas permite que o utilizador se ligue à sua conta a partir de um dispositivo. Até mesmo a versão desktop do WhatsApp só funciona acompanhada por pelo smartphone, simplesmente "espelhando a aplicação".

A equipa do WhatsApp também se encontra a testar várias outras funções úteis, onde se incluem a pesquisa por data e novas ferramentas diversas. Além de filtrar fotos nas conversas por novidade ou tamanho e excluir mensagens guardadas, excepto as marcadas. E assim por diante.

Nem todos estes recursos estão disponíveis na versão beta pública do WhatsApp, mas estão presentes nas versões de teste.

WhatsApp resolve problema crítico de privacidade

O WhatsApp tem sido repetidamente criticado por especialistas em segurança pela sua atitude em relação aos dados do utilizador e pela falta de criptografia nas conversas. Recentemente, o estudo, conduzido pelo investigador de segurança cibernética Athul Jayaram, revelou uma vulnerabilidade na função de criar conversas com recurso a um código QR, que entretanto ficou resolvido.

No entanto o investigador Athul Jayaram, diz que a melhor maneira de evitar a informação é excluir a conta do WhatsApp e optar por uma solução mais segura.  Já usaram o Telegram?

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!