Android Geek
O maior site de Android em Português

Vendas de tablets da Samsung em queda no segundo trimestre de 2018

O mercado mundial de tablets, que já uma vez esteve em expansão, está em declínio há muito tempo. Parece que a tendência não vai mudar tão cedo, e se confiarmos nos dados globais de remessa de tablets lançados no segundo trimestre de 2018 divulgados pela IDC e pela Canalys. Ambos os relatórios mostram os fornecedores em luta para igualar o desempenho no segundo trimestre de 2017, mais uma vez resultando numa queda no total de remessas de tablets durante o trimestre.

Dados de IDC Worldwide Quarterly Tablet Tracker mostra que o mercado global de tablets diminuiu 13,5% ano a ano para 33 milhões de unidades. A Apple conseguiu manter o topo do ranking ao vender 11,5 milhões de tablets, um modesto, mas impressionante, crescimento anual de 0,9%. A Samsung viu o total dos seus equipamentos expedidos cair 16,1%, com apenas 5 milhões de unidades vendidas no trimestre. A empresa ainda conseguiu manter a segunda posição com 15,1% de market share - menos da metade da fatia de 34,9% da Apple. A Huawei registou o maior crescimento anual de 7,7%, o suficiente para a colocar em terceiro lugar na lista. A Amazon teve o pior trimestre de todos, com uma queda de 33,5% em relação aos equipamentos expedidos.

A IDC não acha que o recentemente lançado Galaxy Tab S4 fará muito para mudar a sorte da Samsung no mercado de tablets em declínio.

Vendas de tablets da Samsung em queda no segundo trimestre de 2018 1

Canalys confirma declínio

o Dados do segundo trimestre da Strategy Analytics ecoa as descobertas da IDC, mas com números ligeiramente diferentes. A Strategy Analytics diz que o mercado global de tablets caiu 6% ao ano para 40,9 milhões de unidades no segundo trimestre de 2018. A Samsung está novamente em segundo lugar na lista de fornecedores, com 12,2% de market share e 13% de queda nos equipamentos expedidos.

Vendas de tablets da Samsung em queda no segundo trimestre de 2018 2O desempenho da Samsung no mercado de tablets não é uma grande surpresa. Novos lançamentos sem inspiração, preços premium concorrência como o Google para tablets com o Chrome OS, leva a crer que a Samsung desistiu do mercado de tablets Android.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais