Android Geek
O maior site de Android em Português

Sony vendeu apenas 900.000 smartphones no segundo trimestre de 2019

Neste segundo semestre, veremos alguns novos smartphones da Sony mas já ninguém deixa de dormir por causa disso.

Os últimos trimestres não deixaram muito espaço para a esperança, especialmente considerando que Sony Mobile veio de uma série de resultados negativos e ainda não trouxeram ao mercado nenhum smartphone nos últimos meses com o qual possam mudar esta tendencia. Vimos o Xperia 1 apresentado em fevereiro que apesar de ter alguns pormenores interessantes não se destaca. Neste segundo semestre, veremos alguns novos smartphones da Sony mas já ninguém deixa de dormir por causa disso.

androidgeek-2019-05-22_19-29-33_083818.jpg

Para um gigante eletrónico como o fabricante japonês, a verdade é que o mantra se repete ciclicamente: numa indústria voraz e vertiginosa como esta, quem se deixa dormir sofre as consequencias. A HTC é exemplo disso, a Sony teve dificuldade em se adaptar a este novo mercado em que cada FlagShip tem que ser mais incrível que o anterior, e enquanto Samsung e Huawei dominam o mercado, vemos empresas de topo  como a LG duplicar suas perdas ou, como o GSMArena registou,a Sony Mobile quebrar o seu recorde histórico negativo nas vendas de smartphones. Q2 2019: Sony Mobile está carimbada

O segundo trimestre de 2019 para a Sony Mobile: apenas 900 mil telefones vendidos

Os números não mentem, há um ano, a Sony anunciou vendas de aproximadamente 2 milhões de smartphones repetindo os números de 2010 quando os japoneses ficaram com a joint-venture Sony-Ericsson. Foi o mínimo histórico numa queda sem fim. Desde então, o fabricante com sede em Minato não conseguiu superar as dificuldades, e registou uma queda de 55% ano a ano ao vender no segundo trimestre de 2019 apenas 900.000 unidades de smartphones Xperia, que é outro registo historicamente baixo. Quando nos lembramos dos quase 12 milhões de equipamentos vendidos pela Sony no final de 2014, quando o Sony Xperia Z3 s tornou uma das opções mais interessantes no catálogo do Android, fica díficil de acreditar que a empresa japonesa tenha perdido o seu rumo no departamente móvel.

É incrível, por exemplo, que outros fabricantes consigam até dar melhor uso aos populares sensores Exmor RS do que a própria Sony nos seus dispositivos. Em qualquer caso, a matriz da Sony já anunciou uma Previsão de rendimentos 7% menor do que anteriormente estimado na divisão móvel, com apenas 3,5 milhões de dólares, e reduziu suas expectativas de entregar 5 milhões de smartphones em 2019 para garantir que vão vender cerca de 4 milhões de Xperia até ao final do ano.

A empresa espera, sim, que o lançamento em maio do Xperia 1 acima mencionado impulsione as suas vendas, e que os resultados do terceiro trimestre sejam mais positivos.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais