SMIC dá passo gigante em chip de 5nm AP para Huawei Mate 70

“Apesar do bloqueio dos EUA, a Huawei avança na produção de chipsets 5G, com o Kirin 9000s. Contudo, encontra-se atrasada em relação à Apple, Qualcomm e MediaTek, que produzem chips 3nm.”

A tecnologia está em constante evolução, e as empresas de tecnologia estão numa corrida incessante para se manterem à frente. A Huawei, gigante chinesa de tecnologia, não é exceção. Com as restrições impostas pelo Departamento de Comércio dos EUA em 2020, o desafio para a empresa tornou-se ainda maior.

Huawei Kirin 9000 Chip

Uma Volta por Cima: O Kirin 9000s

No entanto, a Huawei surpreendeu o mundo em agosto passado com a introdução do Mate 60 Pro, alimentado pelo seu primeiro Kirin 9000s. Este foi um grande salto, pois marca a primeira vez desde a série Mate 40 de 2020 que a Huawei tem a capacidade de produzir um telefone com suporte para 5G.

Embora a Huawei agora tenha a capacidade de construir um chipset 5G, a 7nm, ainda está atrás do nó 3nm que será usado para fabricar os últimos processadores de aplicação da Apple, Qualcomm e MediaTek ainda este ano.

Rumores e Esperanças: A Direção 5nm

Contudo, com rumores a circular em torno da SMIC e da Huawei sobre a sua capacidade de criar chips de 5nm usando máquinas de litografia ultravioleta profunda (DUV) mais antigas, há esperança. Um tweet de um subscritor chamado @jasonwill101 sugere que a SMIC já completou a fase de “taping out” para chips de 5nm.

Este é um momento monumental para as duas empresas chinesas pois marca a transição do design do chip para a produção.

Vai gostar de saber:  Samsung Lança Galaxy Z Fold6, Z Flip6 e Galaxy Buds3 na Galaxy Unpacked

Desafios Futuros: Rumo ao 3nm

Ainda assim, a grande questão é como a SMIC poderá chegar ao nó de 3nm e mais avançado sem acesso a uma máquina de litografia ultravioleta extrema (EUV). O mês passado, a Huawei registou uma patente para uma tecnologia chamada litografia de “self-aligned quadruple patterning” (SAQP) que pode ajudar a empresa a obter chips de 3nm.

Porém, mesmo assim, as principais fundições como a TSMC e a Samsung Foundry estarão avançando para 2nm durante o segundo semestre de 2025.

Conclusão: A Jornada Continua

Se a SMIC, que é agora a terceira maior fundição do mundo depois da TSMC e da Samsung, for capaz de construir chipsets de 5nm em 2024, eles deverão estrear ainda este ano na série Mate 70 da Huawei. Mas a jornada não termina aqui.

A tecnologia está sempre a evoluir e a Huawei, como muitas outras empresas de tecnologia, está sempre à procura de formas de inovar e superar-se. Com os desafios e triunfos da Huawei, é óbvio que a tecnologia é um campo emocionante e dinâmico para se seguir.

Se estás interessado em tecnologia e queres acompanhar as últimas notícias e tendências, então o AndroidGeek é o lugar para ti. Aqui, vais encontrar tudo o que precisas de saber sobre o mundo da tecnologia. Portanto, fica atento e mantém-te atualizado com o AndroidGeek!

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!