Android Geek
O maior site de Android em Português

Smartphones expedidos na China caíram no primeiro trimestre de 2019

O envio também diminuiu 5,8% em comparação com o envio do ano passado, chegando a cerca de 140 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2019. A informação apontou a debilitada confiança do consumidor no mercado interno ocasionada pelas tensões comerciais e off-line entre EUA e China.

 

O mercado chinês de smartphones continua a sua espiral descendente em termos de remessas. Uma informação da Digitimes Research indica que os smartphones expedidos pelos fabricantes de smartphones da China encolheram 30,5% em comparação com o envio no último trimestre. O envio também diminuiu 5,8% em comparação com o envio do ano passado, chegando a cerca de 140 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2019. A informação apontou a debilitada confiança do consumidor no mercado interno ocasionada pelas tensões comerciais e off-line entre EUA e China.

Mas mesmo assim, a Huawei alcançou uma expansão de mais de 10 milhões de unidades em smartphones expedidos no primeiro trimestre, quando comparada com a quantia enviada há um ano.

androidgeek-2019-05-06_15-35-07_227327.jpg

A perspectiva positiva dos gigantes da tecnologia é resultado do lançamento de vários modelos de nível básico e intermediário e sólida confiança do consumidor na China apesar de vários casos com o governo dos EUA.

Do segundo a quarto lugares, estes são ocupados pela Xiaomi, Oppo e Vivo, mas todos viram seus os equipamentos expedidos diminuírem fundamentalmente no primeiro trimestre, de acordo com as perspectivas gerais do mercado. Os equipamentos expedidos da Xiaomi viram um crescimento em mais de 20% quando comparados ao mesmo período do ano passado.

Ao olhar para o futuro, a Digitimes Research projecta que as remessas de smartphones da China devem apresentar um desenvolvimento sucessivo de mais de 20% e reduzir a taxa de declínio anual para 1,9% no segundo trimestre.

O declínio constante no envio também é devido a um mercado saturado, especialmente quando novos smartphones são lançados com tanta frequência. Isso explica por que os OEMs chineses estão à procura explorar novos mercados numa tentativa de aumentar os equipamentos expedidos. Uma recuperação nas vendas de exportação ajudará a compensar a fraca procura continuada no mercado doméstico. A Digitimes Research projecta que a Huawei será a única OEM que verá os seus equipamentos expedidos continuarem a crescer anualmente no segundo trimestre.

 

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais