Android Geek
O maior site de Android em Português

Atenção! Não enviem selfies para comprovativo de identidade

Isto pode acontecer, por exemplo, no momento em que abrem uma conta bancária ou na emissão de um cartão de crédito.

Num mundo cada vez mais conectado, há alguns serviços de pagamento online e mesmo alguns bancos que pedem que os clientes confirmem a sua identidade através do envio de uma selfie ao mesmo tempo que seguram num documento de identificação (Ex: Cartão de Cidadão). Isto pode acontecer, por exemplo, no momento em que abrem uma conta bancária ou na emissão de um cartão de crédito. Esta é uma maneira prática e simples utilizada por este tipo de serviços na autenticação da identidade dos clientes, evitando, por sua vez, deslocamentos e filas de espera demoradas.
Atenção! Não enviem selfies para comprovativo de identidade 1

Contudo, não são apenas os sites legítimos e de boa reputação que estão atrás destas selfies. Os hackers também se estão a aproveitar deste novo processo através do envio de emails de phishing, nos quais se fazem passar por um banco, uma empresa ou uma rede social. Estas mensagens pedem aos utilizadores que confirmem a sua identidade através de um link e usam como desculpa o facto de este ser um novo processo de “segurança”. Ao clicar no link, a vítima é direcionada a uma página com um formulário que solicita informações pessoais, como a morada, o número de telemóvel, etc., bem como o upload de uma selfie com o cartão de cidadão visível – ou até mesmo do cartão de crédito ou passaporte.

“Sabemos que os hackers têm utilizado as mais diversas estratégias para enganar os utilizadores,” alerta Fabio Assolini, Analista Sénior de Segurança na Kaspersky. “Neste caso, tendo os dados das vítimas nas suas mãos, os hackers podem criar contas bancárias para a troca de criptomoedas, por exemplo – que podem servir para a lavagem de dinheiro das suas atividades. Para além disso, é importante frisar que uma selfie que se faz acompanhar de um documento de identificação tem um valor muito elevado no mercado negro por comparação com uma imagem digitalizada do mesmo documento.”

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais