Android Geek
O maior site de Android em Português

São 165 as empresas que exigem acções contra o Google

De acordo com a Reuters , o grupo inclui empresas dos EUA e do Reino Unido, em conjunto com outras de mais de 21 países europeus diferentes. Essas empresas enviaram uma carta conjunta ao chefe antitruste da UE, Margrethe Vestager, no início desta semana.

Um grupo de 165 empresas e órgãos da indústria pediu uma ação mais rígida e linhas mais duras contra o Google, este consórcio improvisado afirma que que o gigante dos motores de pesquisa dos EUA favorece injustamente os seus próprios serviços nas pesquisas na web.

De acordo com a Reuters , o grupo inclui empresas dos EUA e do Reino Unido, em conjunto com outras de mais de 21 países europeus diferentes. Essas empresas enviaram uma carta conjunta ao chefe antitruste da UE, Margrethe Vestager, no início desta semana. Na carta, o grupo expressou que o Google estava a dar preferência injusta aos seus próprios serviços, como alojamento, viagens e empregos, em termos de colocações nos resultados de pesquisa e pediu uma ação rápida contra a empresa para acabar com esta prática.

Google

Desde então, o Google refutou as acusações. De acordo com um representante do Google, “as pessoas esperam que o Google forneça os resultados de pesquisa mais relevantes de alta qualidade em que possam confiar”.

O representante também afirmou que “Eles não esperam que dêmos preferência a empresas específicas ou rivais comerciais sobre outros, ou que paremos de lançar serviços úteis que criam mais escolha e concorrência para os europeus”. De salientar que, a Vestager já aplicou multas de mais de 8,25 mil milhões de euros (cerca de 9,7 mil milhões de dólares americanos) contra o Google apenas nos últimos três anos por abusar do seu domínio de mercado, com o Android e outras plataformas.

Relacionado:  Nokia apresenta série de TVs Android 4K de baixo custo

Membros notáveis ​​do grupo de 165 queixosos incluem Yelp, Expedia, Trivago, Kelkoo, Stepstone e Foundem, que fazem parte do maior consórcio de todos os tempos a escrever para o chefe de competição da UE para ação. A Comissão Europeia informou que recebeu a carta e que dará uma resposta em devido tempo. Acrescentou ainda que o mercado também será avaliado com cuidado.

Google

Na carta intitulada 'VANTAGENS NÃO JUSTIFICADAS', o grupo acusou o gigante das pesquisas onde afirma que que “Enquanto competimos entre nós pela melhor experiência do consumidor, existe um concorrente que não compete de forma justa - o Google. O Google ganhou vantagens injustificadas ao tratar preferencialmente os seus próprios serviços dentro das suas páginas de resultados de pesquisa gerais, exibindo várias formas de resultados de pesquisa especializados agrupados (os chamados OneBoxes). ”

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!