Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung recupera a liderança no mercado global de smartphones, Xiaomi em ascensão

A Samsung está de volta ao topo. Em abril de 2020, a Counterpoint relatou que a Huawei conquistou mais de 21 por cento do mercado e finalmente ultrapassou a Samsung na primeira posição do mercado global de smartphones. Isso ocorreu principalmente por causa do declínio do gigante coreano nos principais mercados da Índia e da Europa.

A Counterpoint Research afirma que a Samsung arrancou o primeiro lugar da Huawei e é agora, novamente, o fabricante número um de smartphones do mundo.

Samsung recupera a liderança no mercado global de smartphones, Xiaomi em ascensão 1
O Samsung Galaxy Note20 Ultra

 

Samsung está de volta ao topo

Samsung recupera a liderança no mercado global de smartphones, Xiaomi em ascensão 2
Dados de abril de 2020 e agosto de 2020

 

Em abril de 2020, a Counterpoint relatou que a Huawei conquistou mais de 21 por cento do mercado e finalmente ultrapassou a Samsung na primeira posição do mercado global de smartphones. Isso ocorreu principalmente por causa do declínio do gigante coreano nos principais mercados da Índia e da Europa.

Mas em julho e agosto, a Samsung recuperou, impulsionada pela Índia que deu por fim a um confinamento nacional.

A Samsung atingiu agora a sua maior participação de mercado na Índia desde 2018 pela sua estratégia agressiva de canais online, que também beneficiou das oportunidades que surgiram devido aos sentimentos anti-China na Índia.

Isso resultou no aumento da distância entre a Samsung e a Huawei. Em abril, esperava-se que os 21 por cento da Huawei caíssem devido à escalada das sanções comerciais dos EUA.

A Xiaomi, por outro lado, também tem crescido maciçamente em mercados como o Centro-Leste Europeu.

A Apple conseguiu manter a sua participação de mercado mesmo no período de Pandemia e com o seu recente lançamento da série iPhone 12, a Counterpoint espera que as vendas da Apple aumentem, mas apenas em novembro, pois o lançamento foi adiado.

O analista Minsoo Kang afirma que Samsung, Apple, Xiaomi e OPPO serão os que mais beneficiarão com as políticas geopolíticas actuais e os assuntos políticos entre as nações.

O que é que acham?