Samsung perde primeiro lugar na Europa e é ultrapassada pela Xiaomi pela primeira vez

O sucesso é atribuído a um forte desempenho em mercados como Espanha e Itália, bem como na Rússia e Ucrânia.

Os resultados de Xiaomi nos últimos doze meses têm sido incríveis e os últimos dados de mercado da Europa devem ser motivo de preocupação para a Samsung, uma vez que a sua posição como a maior marca já não está garantida

Xiaomi enviou um total de 12,7 milhões de smartphones na Europa entre Abril e Junho, representando um aumento anual de 67,1% - o suficiente para catapultar a marca chinesa para o primeiro lugar pela primeira vez à frente da Samsung. O sucesso é atribuído a um forte desempenho em mercados como Espanha e Itália, bem como na Rússia e Ucrânia. Os clientes alegadamente escolhem Xiaomi graças aos seus preços baixos e conjuntos de especificações apelativas. De acordo com os números da Strategy Analytics, isso faz deles o número um em todas as marcas na Europa durante este período, que é altamente impressionante considerando que é a sua primeira vez no topo da lista.

A Xiaomi tem vindo a fazer ondas no mercado global de smartphones há já alguns anos. Este forte desempenho em toda a Europa não fará mais do que servir como um excelente trampolim para enfrentar os EUA e outros mercados este ano. A Samsung tem estado confortavelmente no topo das tabelas de smartphones há já muito tempo, mas parece que o seu domínio sobre essa posição está a escorregar. Isto pode tornar-se ainda mais evidente no próximo trimestre, se os números não melhorarem drasticamente.

 

A Samsung está com dificuldades na Europa neste momento

 

Relacionado:  Apple descontinua iPhone XR e iPhone 12 Pro após o lançamento do novo iPhone 13

Samsung perde primeiro lugar na Europa e é ultrapassada pela Xiaomi pela primeira vez 1

A Samsung é líder na Europa há muito tempo, mas o reinado chegou ao fim no último trimestre, pois caiu para a segunda posição, com uma participação de mercado de 24%, após as remessas de 12 milhões de smartphones. O crescimento médio na Europa no último trimestre foi de 14,4%, mas os números da Samsung caíram 7% ano a ano, apesar do trimestre equivalente em 2020 ser extremamente fraco devido aos confinamentos rígidos que ocorreram em toda a região.  No entanto, falhou em tirar vantagem da queda da Huawei e está a enfrentar uma concorrência crescente da Apple no segmento de alta tecnologia.

Samsung perde primeiro lugar na Europa e é ultrapassada pela Xiaomi pela primeira vez 2

 

A maçã continua forte

Apple, a empresa de Tim Cook registou outro trimestre forte com vendas do iPhone de 9,6 milhões de unidades, uma quota de mercado de 19,2% e um crescimento de 16% em relação ao ano anterior. A série 12 do iPhone continua a ter um bom desempenho, especialmente entre os clientes fiéis que procuram actualizar aparelhos mais antigos. O actual super ciclo deverá continuar em 2022, a Apple deverá terminar em 2021 numa nota alta.

Samsung perde primeiro lugar na Europa com Xiaomi a ultrapassa pela primeira vez

Fonte

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!