Android Geek
O maior site de Android em Português

Relatório de Controlo Parental revela o que fizeram as crianças online durante as férias

Mais recente relatório de Controlo Parental revela o que fizeram as crianças online durante as férias   O mais recente relatório da Kaspersky Lab revelou as atividades online das crianças, em todo o mundo, durante as suas férias de verão, com base nas estatísticas dos módulos de Controlo Parental da empresa A investigação revelou o que as crianças veem, ouvem, compram ou pesquisam, online, quando não estão na escola O relatório apresenta estatísticas anónimas de websites visitados a partir de computadores Windows e Macs, e pesquisas realizadas a partir de dispositivos Windows, Mac, Android e iOS entre junho e meados de agosto deste ano. As estatísticas foram recolhidas dos produtos principais da Kaspersky Lab cujo módulo de Controlo Parental está ativo, e da solução Kaspersky Safe Kids, instalada de forma a proteger as atividades online das crianças.

Mais recente relatório de Controlo Parental revela o que fizeram as crianças online durante as férias
 
  • O mais recente relatório da Kaspersky Lab revelou as atividades online das crianças, em todo o mundo, durante as suas férias de verão, com base nas estatísticas dos módulos de Controlo Parental da empresa
  • A investigação revelou o que as crianças veem, ouvem, compram ou pesquisam, online, quando não estão na escola

O relatório apresenta estatísticas anónimas de websites visitados a partir de computadores Windows e Macs, e pesquisas realizadas a partir de dispositivos Windows, Mac, Android e iOS entre junho e meados de agosto deste ano. As estatísticas foram recolhidas dos produtos principais da Kaspersky Lab cujo módulo de Controlo Parental está ativo, e da solução Kaspersky Safe Kids, instalada de forma a proteger as atividades online das crianças.

Em média, o tempo que as crianças passaram, neste verão, a assistir a vídeos e a ouvir música é superior ao despendido em redes sociais. A investigação revelou que as crianças passaram mais tempo no Youtube – em especial no canal do blogger PewDiePie. Além disso, assistiram também a várias series no serviço de streaming Netflix, com as gerações mais jovens a preferir canais como o Nickelodeon, o Cartoon Network e o Disney Channel, bem como os desenhos-animados do SpongeBob SquarePants.

“As estatísticas recolhidas indicam os interesses das crianças e jovens atualmente e a nível global. É por essa razão que aconselhamos a utilização de programas de controlo parental, não apenas para bloquear conteúdo potencialmente perigoso mas também para ajudar e manter os pais informados sobre os interesses e gostos dos seus filhos. Muitos programas de software, incluindo os da Kaspersky Lab, permitem aos pais ter relatórios sobre as atividades online dos seus filhos sem, obviamente, revelar quaisquer informações privadas. Na nossa opinião, ao saberem o que os seus filhos fazem online, os pais conseguiram promover uma melhor relação familiar, encorajando um diálogo mais aberto e prevenindo ameaças mais sérias e perigosas como sexting ou bullying”, afirma Anna Larkina, Especialista em análise de conteúdo web na Kaspersky Lab.