Quantinuum apresenta a InQuanto, uma plataforma para a química computacional com computadores quânticos

Ao contrário dos computadores clássicos, que armazenam informação em bits que só podem estar num estado ou noutro, os computadores quânticos podem armazenar informação em qubits que podem estar em múltiplos estados simultaneamente. Isto permite aos computadores quânticos efectuar certos tipos de cálculos muito mais rapidamente do que os computadores clássicos.

A Quantinuum revelou a InQuanto, uma plataforma concebida para permitir aos investigadores no campo da química computacional realizar experiências com computadores quânticos.

Os computadores quantinuum são um novo tipo de computador que utiliza os princípios da mecânica quântica para realizar cálculos. Ao contrário dos computadores clássicos, que armazenam informação em bits que só podem estar num estado ou noutro, os computadores quânticos podem armazenar informação em qubits que podem estar em múltiplos estados simultaneamente. Isto permite aos computadores quânticos efectuar certos tipos de cálculos muito mais rapidamente do que os computadores clássicos. Além disso, os computadores quânticos não são limitados pelas leis da física da mesma forma que os computadores clássicos, pelo que têm o potencial de efectuar cálculos ainda mais complexos. No entanto, os computadores quânticos ainda se encontram nas suas fases iniciais de desenvolvimento, e é provável que passem muitos anos antes de serem capazes de executar computadores clássicos para todos os tipos de tarefas.

Chama-se InQuanto, um nome que certamente abre a porta a numerosos trocadilhos em italiano, a plataforma apresentada pela Quantinuum para permitir a quem está na química computacional começar a experimentação com computadores quânticos. A empresa já a colocou à disposição dos parceiros que a queiram utilizar para pesquisar soluções quânticas para os seus complexos problemas químicos.

Quantinuum apresenta a InQuanto, para fazer química com computadores quânticos.

Quantinuum

InQuanto é uma plataforma que permite aos químicos computacionais realizar experiências usando algoritmos quânticos, sub-rotinas avançadas, e técnicas de mitigação de erros específicas para o campo da química nos computadores quânticos da Quantinuum.

Por mais que os computadores quânticos de hoje ainda não ofereçam a capacidade de modelar inteiramente reacções químicas complexas e alcançar avanços significativos na investigação, há por um lado a necessidade de começar a fazer experiências para criar as competências que serão necessárias no futuro para enfrentar projectos de investigação, e por outro lado a possibilidade de ainda obter dados importantes que podem levar, com a colaboração dos computadores clássicos, a avanços na investigação.

A plataforma foi desenvolvida em colaboração com a BMW, JSR, Nippon Steel Corporation, e TotalEnergies. Já foram alcançados resultados práticos através destas colaborações: com Nippon Steel Corporation, foram simulados cristais de ferro; com TotalEnergies, as treliças metalorgânicas foram modeladas para a captura de dióxido de carbono.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!