Android Geek
O maior site de Android em Português

Qual a qualidade da rede móvel de Portugal nos destinos de Verão?

A capacidade de prever  com precisão a carga de dados permite que as operadoras portuguesas otimizem seus  preparativos e evitem tanto o congestionamento quanto uma sobre estruturação da rede. Também é importante considerar a experiência móvel fornecida aos usuários de roaming em uma rede host, já que isso provavelmente influenciará o feedback dos clientes para seus provedores no país de origem e poderá impactar futuras parcerias de roaming.

A Tutela, empresa independente de medição de  qualidade móvel, analisou o tráfego de roaming na rede móvel de Portugal, nos mais  populares destinos turísticos (Porto, Lisboa, Madeira, Lagos e Albufeira), durante o verão de  2018, recolhendo mais de 4,3 milhões de registos entre 1 de julho e 30 de setembro de 2018.

Qual a qualidade da rede móvel de Portugal nos destinos de Verão? 1
A pesquisa auxilia os operadores portugueses a garantir que as redes tenham um bom  desempenho durante o próximo período crítico do turismo de 2019. A capacidade de prever  com precisão a carga de dados permite que as operadoras portuguesas otimizem seus  preparativos e evitem tanto o congestionamento quanto uma sobre estruturação da rede.
Também é importante considerar a experiência móvel fornecida aos utilizadores de roaming em uma rede host, já que isso provavelmente influenciará o feedback dos clientes para seus provedores no país de origem e poderá impactar futuras parcerias de roaming.

 

A análise de Tutela mostrou que os utilizadores espanhóis e britânicos eram predominantemente “turistas”. No entanto, nem todos os turistas móveis são iguais: Nos cinco destinos de viagem
testados, os utilizadores espanhóis de roaming usaram mais dados em média do que os seus homólogos portugueses durante o período de férias de 2018, em particular na Madeira. Ao  mesmo tempo, os turistas alemães tendiam a usar menos dados por dias do que os nativos
portugueses.

Em quatro dos cinco locais testados, os utilizadores portugueses tiveram uma latência mais baixa do que os utilizadores de roaming do Reino Unido, Alemanha ou Espanha. Entretanto, na Madeira, onde os utilizadores do Reino Unido registaram a menor cobertura global, os utilizadores portugueses ainda tiveram menos latência do que os visitantes da Alemanha ou Espanha. A
Tutela usa dois limites de latência para métricas de qualidade consistente “básica” e “excelente”. Quando uma medição é mais baixa que o limite básico de 100ms, há uma alta  probabilidade de que os utilizadores possam fazer chamadas VoIP, já que muitos viajantes preferirão utilizar o pacote de dados gratuito para evitar pagar ligações internacionais.

No entanto, os turistas britânicos em Lisboa e Porto, e para os alemães na Madeira, provavelmente haverá dificuldades para fazer chamadas de VoIP confiáveis e consistentes.

Qual a qualidade da rede móvel de Portugal nos destinos de Verão? 2

Por outro lado, para os turistas espanhóis, britânicos e alemães (e mesmo portugueses) na Madeira, Lisboa, Lagos e Albufeira, a latência para a qualidade de consistência “excelente”, foi muito superior ao limite de 50 ms. O impacto será vivenciado, por exemplo, no carregamento
inicial de video em HD (que pode demorar mais tempo).

Embora os utilizadores percebam uma queda na qualidade de experiência comparada á que tem nos seus próprios países de origem, o impacto provavelmente seja irrelevante para a maioria dos turistas.

Na próxima era do 5G, será assunto do passado. Leandro Demarchi, Diretor Regional para América Latina e Sul da Europa, mencionou: “O 5G produzira uma mudança de paradigma, onde passaremos de ter uma rede “tamanho único” para uma rede altamente dinâmica que será personalizada para diferentes casos de uso.

O surgimento de uma rede definida por software permitirá não somente que os operadores personalizem os seus recursos de rede para resolver exatamente estes tipos de problemas, mas também reduzirá esse peso adicional da latência no tráfego internacional. A Vodafone, que opera redes na Espanha e em Portugal, já começou a trabalhar para demonstrar o benefício que a 5G pode trazer para o roaming.

No início deste ano, a Vodafone utilizou uma rede de teste 5G para permitir que dois jogadores profissionais joguem videogames sem interrupção enquanto viajam entre Portugal e Espanha”.

De acordo com os dados da Tutela, um recurso atualmente súper provisionado
para utilizadores visitantes nos destinos turísticos de Portugal é a taxa de transferência, o que pode ser uma maneira de reduzir o foco na cobertura no futuro.

Os visitantes do Reino Unido experimentaram amplamente maior cobertura, assim como os visitantes da Espanha e Reino Unido também tiveram velocidades de download mais rápidas, do que os utilizadores nativos portugueses em Albufeira e Lisboa. No entanto, os utilizadores portugueses tiveram velocidades
mais rápidas em Lagos e na Madeira e significativamente mais rápidas no Porto.

Isso pode ser devido à diversidade de dispositivos na rede, mas também pode ser que esteja acontecendo
algum grau de priorização de tráfego. O que é notável é que todos os países testados apresentaram velocidades médias superiores ao excelente limite de qualidade consistente da Tutela para transferência de dados (4 Mbps), o que significa que a rede deve ser capaz de lidar com streaming de vídeo em HD, uma vez superado o atraso inicial.

Uma das conclusões mais importantes da análise de Tutela é a grande diferença na qualidade da experiência entre utilizadores locais e utilizadores em roaming, mesmo ambos usando as mesmas redes host. Cliquem AQUI para mais detalhes sobre esta pesquisa.
Sobre a Tutela
A Tutela Technologies Ltda. é uma empresa canadense de dado

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais