Android Geek
O maior site de Android em Português

Presidente da Samsung apanha 18 meses de prisão por violação de leis laborais

O mais recente é a condenação do presidente do conselho da empresa, Lee Sang-hoon, por um tribunal de Seul por violar as leis sindicais sul-coreanas. O tribunal condenou-o a 18 meses de prisão.

A Samsung tem lutado contra vários processos judiciais nos últimos tempos. O mais recente é a condenação do presidente do conselho da empresa, Lee Sang-hoon, por um tribunal de Seul por violar as leis sindicais sul-coreanas. O tribunal condenou-o a 18 meses de prisão.

Presidente da Samsung apanha 18 meses de prisão por violação de leis laborais 1

Antes de se tornar presidente do conselho há dois anos, Lee Sang-hoon foi diretor financeiro da Samsung e foi durante esse período que o crime foi cometido.

A investigação do caso pelo qual Lee acaba de ser condenado data de 2013, quando foram revelados documentos da empresa que descreviam métodos para combater os esforços de sindicalização dos funcionários. Foi o começo de um conjunto de casos interligados de anos que levaram a acusações formais e prisão para dezenas de executivos da empresa sul-coreana. No entanto, o caso contra Lee Sang-hoon acabou por ser retirado por falta de provas.

Lee Sang-hoon

Numa reviravolta de acontecimentos, o caso foi reaberto no ano passado, quando os investigadores acidentalmente encontraram evidências adicionais durante uma busca à empresa por uma investigação separada. Foram reunidas provas conclusivas que mostram que Lee conspirou com outras pessoas na Samsung para esmagar os sindicatos e os esforços sindicais, violando as leis laborais da Coreia do Sul.

O assunto não fica por aqui certamente, dado que  Lee ainda tem a opção de interpor um recurso contra a decisão.

(fonte)

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais