Android Geek
O maior site de Android em Português

Pentágono bane totalmente a Huawei e a ZTE das bases militares

A pressão que o governo norte americano continua a exercer sobre a Huawei e a ZTE continua a crescer. Segundo o Wall Street Journal, desta vez foi o Pentágono a proibir as vendas de telefones Huawei e ZTE em lojas nas bases militares dos EUA, tanto domésticas como estrangeiras, citando uma confirmação oficial do Departamento de Defesa.

"Dispositivos da Huawei e da ZTE podem representar um risco inaceitável para o pessoal, informações e missão do departamento", disse um porta-voz do Pentágono, acrescentando que a agência federal optou por impor uma proibição, já que não é "prudente" Autoridades militares dos EUA possam vender esses produtos. A medida é mais um passo nas tentativas de Washington impedir que algumas das maiores empresas de tecnologia da China façam negócios em larga escala no país, e com os seus aliados, principalmente devido a preocupações com a segurança nacional.

Pentágono bane totalmente a Huawei e a ZTE das bases militares 1

Embora a Huawei tenha sido recentemente o principal alvo dessa política protecionista, com legisladores e reguladores supostamente a pressionar a AT&T a abandonar a sua planeada parceria com a OEM chinesa, e a ZTE está atualmente sob uma ameaça ainda maior dos EUA, embora não se devam a preocupações de segurança, mas o fato de que supostamente quebrou os termos do acordo de 2017 com o Departamento de Comércio para pôr fim a uma investigação sobre as suas violações de sanções comerciais impostas ao Irão, no qual se declarou culpado no ano passado.

Huawei e ZTE com vida muito difícil nos EUA

Como resultado, a agência federal proibiu recentemente a compra de qualquer tipo de hardware ou software de empresas americanas, incluindo os SOC's da Qualcomm, e o sistema operativo Android, que pertence à Google, com a ação a matar completamente as ambições da ZTE no mercado de dispositivos móveis, durante os próximos sete anos.

A vida dessas duas fabricantes chinesas, nos EUA, estão cada vez mais dificultada, o mais certo é ambas se afastarem definitivamente daquele mercado, e aplicar todos os seus esforços em mercados onde são aceites como todos as outras fabricantes.

Pessoalmente penso que os EUA estão somente a proteger a Apple, uma das maiores empresas locais, que a cada dia que passa vê o seu negocio "comprometido" pelo rápido crescimento da Huawei.

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link