Android Geek
O maior site de Android em Português

Papa Fancisco compara a sua biblia com um smartphone

Quem assistiu à missa de domingo na praça de St. Peter's no Vaticano dada pelo próprio Papa Francisco, foi surpreendido por questões que o mesmo deixou no ar,  - O que aconteceria se tratassemos a bíblia, tal como tratamos com o nosso smartphone?,

-Voltariam atrás caso se tivessem esquecido dela ?

- Andariam com ela o dia todo, mesmo num bolso pequeno?

ou a minha favorita - E se lêssemos as mensagens de Deus, tal como lemos as notificações no smartphone?

Apesar desta analogia um pouco fora do convencional comparada com as mensagens convencionais da igreja, lembramos que o papa Francisco está mais familiarizado com a geração tecnológica em que nos encontramos face aos papas anteriores,e pretende usar esta mesma tecnologia como ponte entre as duas doutrinas.

A popularidade  do papa junto desta geração com a qual inclusivo já posou para selfies tiradas por smartphones de fieis,  ele que tem  "contas" no twitter que juntas fazem mais de 23 milhões de seguidores e que as usa para se aproximar mais dos seus seguidores.

Mas o mais engraçado é que apesar de mostrar esta agilidade toda em torno da tecnologia, o Papa já veio afirmar que é um desastre no que toca a computadores,,  e que pouco ou nada sabe de como mexer num destes equipamentos.

Papa Fancisco compara a sua biblia com um smartphone 1

Foi o ano passado que a sua santidade referiu que a social media e alguns textos na internet eram "presentes de Deus", se usados correctamente. Apesar da sua vontade de a igreja viver lado a lado com a tecnologia, ele acredita que devem ser estabelecidas algumas regras.

Algumas tão simples e que já deviam ser standard do nosso quotidiano, mas acabam esquecidas, como o facto do tempo de família,  ser para a família, nada de smartphones à mesa e que as crianças não deveriam ter um computador no seu quarto.

Esta ultima apenas subscrevo no sentido que deveriam ter horas limitadas de uso, uma vez que hoje em dia o acesso à informação é um direito adquirido, mas lá está , com regras para não passarmos a barreira do aceitável.

"It is not technology which determines whether or not communication is authentic, but rather the human heart and our capacity to use wisely the means at our disposal."
As palavras do Papa Francisco expressam que não deve ser a tecnologia que determina se a comunicação é autentica, mas sim o coração do Homem e a sua capacidade de usar este bem à sua disposição.
Papa Fancisco compara a sua biblia com um smartphone 2


Agora a pergunta que faço é ! A sua Santidade, prefere Android, IOS ou Windows ? deixem a vossa opinião nos comentários.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais