Android Geek
O maior site de Android em Português

Os processadores Samsung Exynos podem melhorar muito no futuro

Desde o Samsung Galaxy S6, que encontramos Exynos em todas as gamas de topo (embora nos Estados Unidos eles continuem a apostar na Qualcomm).

Há algumas algumas gerações, que a Samsung decidiu deixar de usar os processadores Qualcomm em muitos mercados para favorecer a implementação das suas próprias soluções. Esses chipsets são conhecidos como Samsung Exynos. Desde o Samsung Galaxy S6, que encontramos Exynos em todas as gamas de topo (embora nos Estados Unidos eles continuem a apostar na Qualcomm).

Embora a Samsung tenha alcançado um bom desempenho com os seus processadores Exynos. Tem estado um passo atrás da sua concorrência mais direta. A Qualcomm, razão pela qual muitos utilizadores preferiram optar por modelos com esse modelo de processador ou outras alternativas. Obviamente, hoje, a diferença entre os processadores Qualcomm e Exynos é cada vez menor ou até inexistente.

Os processadores Samsung Exynos podem melhorar muito no futuro 1

Os processadores Exynos sofrerão uma grande mudança

 

Aparentemente, uma das principais razões para a diferença de desempenho entre os processadores Exynos e Qualcomm é que a Samsung não tirou vantagem dos núcleos ARM como a Qualcomm. Com o Exynos 9825 encontrado no Galaxy Note 10, a Samsung implementou os núcleos Mongoose M4, a sua própria versão baseada na arquitetura ARM v8, que, embora tenham demonstrado um alto nível de desempenho, não conseguiram igualar o trabalho realizado pela ARM.

Aliança Samsung e AMD

Agora sabemos que a Samsung deixará de trabalhar nos seus próprios núcleos Mongoose para continuar a implementar núcleos ARM que oferecem melhor desempenho. Assumimos que o seu desenvolvimento continuará com o desejo de superar os seus rivais, não apenas igualá-los. Os processadores Exynos podem estar mais próximos do que nunca da Qualcomm com o mesmo tipo de núcleos.

Se somarmos a isso a aliança entre AMD e Samsung para melhorar as GPUs dos seus telefones. No futuro, poderemos ter telefones Samsung com processadores Exynos tão poderosos quanto a Qualcomm. Mas também, com uma GPU melhorada, porque esperamos que a AMD supere a Adreno.

O processador do Samsung Galaxy S11 já estará em desenvolvimento e provavelmente continuará com os núcleos  Mongoose. Mas é uma mudança muito positiva para os futuros processadores da marca.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais