Android Geek
O maior site de Android em Português

O futuro das transmissões desportivas deve passar pelo Gaming

Needleman publicou um artigo acerca das crescentes conexões entre o mundo das transmissões desportivas e o universo do gaming. De modo a combater o envelhecimento do público-alvo e atrair a atenção de fãs mais jovens, os principais broadcasters desportivos norte-americanos têm vindo a implementar novas medidas tecnológicas que são inspiradas pela forma como os maiores gamers do mundo interagem com os seus fãs.

No dia 6 de Março, a jornalista do The Wall Street Journal Sarah E. Needleman publicou um artigo acerca das crescentes conexões entre o mundo das transmissões desportivas e o universo do gaming. De modo a combater o envelhecimento do público-alvo e atrair a atenção de fãs mais jovens, os principais broadcasters desportivos norte-americanos têm vindo a implementar novas medidas tecnológicas que são inspiradas pela forma como os maiores gamers do mundo interagem com os seus fãs. No centro da mudança encontram-se também novas possibilidades de personalização das transmissões, assim como uma aproximação cada vez maior aos mecanismos de Realidade Virtual (VR). O extenso artigo de Sarah E. Needleman promete mudanças ao nível da forma como canais como a ESPN, sites como a Betway, e instituições como a NFL pretendem operar nas próximas décadas. Mas afinal, o que pode o mundo do gaming oferecer de novo às tradicionais transmissões desportivas?

O futuro das transmissões desportivas deve passar pelo Gaming 1

Live streaming e contacto com os fãs

Um dos principais factores que contribui para o crescimento da comunidade de gamers é o grande número de live streamers em operação. Trabalhando para a comunidade de forma próxima, é bastante comum que os maiores atletas de e-Sports dediquem grande parte do seu tempo a falar com fãs e a responder directamente às questões que lhes são colocadas através da Internet. Os maiores broadcasters desportivos do mundo estão atentos, e modalidades como o futebol ou o basquetebol já possuem extensas comunidades digitais que vêem e comentam os jogos através do Twitch e de outras plataformas de streaming. Serviços de apostas desportivas como a supra-citada Betway app também já participam no fenómeno. Tal como acontece no mundo do gaming, no mundo do desporto organizado podemos começar a assistir a uma maior aproximação entre os principais atletas e os fãs que seguem as suas equipas. Segundo os grandes broadcasters norte-americanos, os fãs têm mais tendência a responder de forma positiva às transmissões desportivas se estas forem pautadas pelas ideias de acessibilidade e contacto directo.

Tecnologia de VR

Quando os primeiros visores de VR foram colocados no mercado, toda a gente esperava uma revolução na indústria do Gaming. Para já, tal revolução foi adiada; os produtores de jogos continuam à espera que os visores de VR se tornem mais acessíveis, mais completos, e mais baratos. Mas nos principais estádios dos Estados Unidos, a tecnologia de VR já foi colocada em prática para servir os fãs de desporto. Visitar um camarim de estádio, por exemplo, pode tornar-se numa experiência única dentro de poucos anos. Empresas de tecnologia como a LiveLike estão a trabalhar em pacotes interactivos de VR que se destinam a ser usados nos camarins dos maiores estádios da NFL, e que incluem funcionalidades como o acesso virtual a estatísticas e o contacto com amigos de forma remota.

Comentários para todos

Outra funcionalidade inspirada pelo mundo do Gaming está relacionada com o acesso a comentários de nicho. No futuro, estima-se que os maiores broadcasters norte-americanos possam apostar em selecções de diferentes comentários desportivos, que podem ser falados em várias línguas e, acima de tudo, oferecer alternativas a todos aqueles que as procurem. Uma medida que também pode ser colocada em prática em sites de streaming desportivo e em serviços de apostas desportivas como a Betway.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais