Android Geek
O maior site de Android em Português

Nem óculos, nem pulseira, nem relógio: Apresentamos os sapatos inteligentes

 

A Índia será o primeiro país do mundo a criar um sapato inteligente e torná-lo real. Tudo vem de uma ideia da startup Ducere Technologies, que vai começar a vender os seus produtos por cerca de US$100 o par, o que dá sensivelmente €75.

Os tais tenis/sapatos tecnológicos ainda não são aqueles que se ajustam sozinhos nos pés do dono (lembra do Marty McFly, de O regresso ao Futuro). Mas tratam-se de sapatos que se emparelham com os smartphones e que vibram para avisar o utilizador das coordenadas de um destino traçado no Google Maps, por exemplo.

Segundo informações do Wall Street Journal, basta dizer ao smartphone aonde desejamos ir e pronto, pode-se guardar o telefone no bolso e transferir a tarefa dos avisos para os tenis inteligentes que nos iram indicar o caminho.

 

 

Ideia de startup

A Ducere foi fundada por dois engenheiros indianos que estudaram e trabalharam nos Estados Unidos em 2011. Desde então, a sua força de trabalho aumentou para 50 funcionários e a empresa já conta com uma sede em Secunderabad, no estado indiano de Telengana.

“Os sapatos são uma extensão natural do corpo”, relata Krispian Lawrence, 30, cofundador e executivo-chefe da empresa. “Podes até pode sair de casa sem o relógio ou pulseira, mas nunca vais sair de casa sem os seus sapatos”.

Graças à sua experiencia como promotor de patentes nos EUA, Lawrence conseguiu registrar e obter 24 patentes internacionais e indianas para fabricar os sapatos inteligentes de sua empresa. Inicialmente, a ideia era desenvolver sapatos para ajudar os cegos que ainda dependem de hastes e bengalas para caminhar. Tanto que o gadget foi baptizado de “Lechal” (leve-me junto, em hindi). A haste pode até detectar obstáculos no meio do caminho, mas não vai indicar qual é p momento de virar ou quando é o momento de seguir em frente num trajeto. “É aí que a gente entra e preenche esta lacuna“, explica Lawrence.

Ao testar os sapatos, a empresa percebeu seu grande potencial também para aqueles que vêem normalmente. Por exemplo: os corredores, ciclistas ou até mesmo turistas podem definir trajetos e destinos e não ter que parar a todo o instante para verificar os seus smartphones. Basta sentir a vibração nos pés para saber qual será o caminho a seguir.

 

 

Os sapatos inteligentes contam com palmilhas removíveis e foram projectados e desenvolvidas na Índia, porém estão a ser fabricadas na China. Eles virão nas cores vermelha ou preta. Ao que tudo indica, chegarão ao mercado já em Setembro, uma vez que a empresa já recebeu pedidos de 25 mil pares e pretende vender 100 mil até Março de 2015.

Sem revelar os nomes dos investidores da startup, Lawrence tem as suas projecções e pretende levantar mais 4 ou 5 milhões de dólares para comercializar os seus produtos. O empresário também está a finalizar acordos com organizações sem fins lucrativos para vender os sapatos inteligentes a um preço mais acessível.

 

 

 

Fonte: CanalTech

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link