Android Geek
O maior site de Android em Português

Libra será a criptomoeda do Facebook, e terá apoio de gigantes como Visa, Mastercard e Paypal

Agora, através do Wall Street Journal descobrimos mais detalhes sobre esta criptomoeda do Facebook, desde a data de chegada até ao tipo de empresa que irá apoiá-la. Libra, a criptomoeda do Facebook que aspira a tornar-se uma das maiores plataformas de pagamento pela internet.

Já sabemos há cerca de um ano que o Facebook tem nos seus planos o lançamento da sua própria criptomoeda. Um sistema de pagamento baseado numa 'stablecoin' isto é, ligado a uma plataforma que garanta a sua estabilidade e seja resistente à volatilidade usual que temos visto  Bitcoin. Agora, através do Wall Street Journal descobrimos mais detalhes sobre esta criptomoeda do Facebook, desde a data de chegada até ao tipo de empresa que irá apoiá-la.

Libra será a criptomoeda do Facebook, e terá apoio de gigantes como Visa, Mastercard e Paypal 1

Libra, a criptomoeda do Facebook que aspira a tornar-se uma das maiores plataformas de pagamento pela internet.

Libra Association, um consórcio que incluirá grandes empresas como Facebook, Visa ou Mastercard

O Facebook fez parceria com empresas como Visa, Mastercard, Paypal ou Uber para lançar a sua nova criptomoeda. Uma moeda que será apresentada na próxima semana e estará disponível em 2020. Para a criação desta plataforma, o Facebook fez parcerias com empresas financeiras, investidores e empresas de telecomunicações. Fala-se também de empresas como Stripe ou MercadoLibre. Um consórcio de empresas onde cada uma investirá cerca de 10 milhões de dólares para a criação e gestão desta moeda digital, chamada "Libra" de acordo com o WSJ. Os investimentos serão utilizados para as bases da moeda e serão ligados a fundos com outras moedas para evitar a volatilidade das muitas criptomoedas actuais.

O Facebook já teria contatado vários bancos e gigantes da internet para angariar cerca de 1.000 milhões de dólares. Durante este período o Facebook tem feito pequenos investimentos e compras relacionadas, como Chainspace,a sua primeira startup blockchain. Aproveitando, entre outros fatores, a queda no valor de muitas criptomoedas que no início do ano estavam longe do seu valor máximo.

O nome das empresas que eventualmente formarão a Associação Libra pode mudar, mas espera-se que tenha a presença dos grandes nomes do mercado financeiro. Desde a criação do Bitcoin, uma década se passou e o Facebook quer chegar a milhões de utilizadores com a sua plataforma de pagamento.

Mas O Facebook não controlará diretamente essa moeda nem os membros da associação. Essas grandes empresas agem como "controladores" do sistema e podem verificar transações, bem como manter um registo de pagamentos. De facto, de acordo com o WSJ, espera-se que a "Libra" atue como base para outros sistemas de pagamento relacionados. O desenvolvimento da criptomoeda está a ser realizado pelo Facebook e liderado por David Marcus, ex-diretor do Messenger e ex-presidente do Paypal, mas a empresa de Mark Zuckerberg vai procurar outras empresas para assegurar o futuro da "Libra Association".

Vamos estar atentos a todos os detalhes deste importante projeto do Facebook.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais