Lenovo nega rumores de despedimentos em massa na Motorola, diz que a família Moto Z está segura (por enquanto)

Noticiámo na passada semana que a Lenovo decidiu despedir um certo número de funcionários da Motorola no início desta semana. Relatórios sobre as demissões surgiram há alguns dias, depois de um funcionário da Motorola dizer que a força de trabalho da empresa em Chicago foi reduzida para metade.

Hoje, a Lenovo disse à Engadget que os relatórios são imprecisos no facto de que as demissões não impactaram metade da força de trabalho da Motorola em Chicago, mas muito menos. Além disso, a empresa confirmou que o desenvolvimento de sua família Moto Z não será afetado por essas demissões.

Quanto ao motivo das demissões, a Lenovo disse que estas são o resultado de uma "acção de redução de recursos em todo o mundo" que a empresa pretende executar desde o final de 2017 e nos próximos trimestres, o que deverá afectar "menos de 2% do número global de trabalhadores.

A Motorola teria cancelado o sucessor do Moto X4, mas tem alguns smartphones a caminho.

Relacionado:  Samsung pretende que os smartphones dobráveis se tornem mainstream até 2025

Espera-se que os primeiros aparelhos das séries M, E , G e Z sejam revelados nos próximos meses.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!