Android Geek
O maior site de Android em Português

Leak Samsung: Renders Samsung Galaxy A50 revelados

Leak Samsung: Renders Samsung Galaxy A50 são revelados O mercado de tecnologia móvel é muito dinámico,hoje cedo tivemos acesso a mais dados sobre um:

O mundo de tecnologia móvel é composto pela forma de actuar dos mais carismáticos fabricantes como é o caso da Samsung e Renders Samsung Galaxy A50 são revelados.

Como habitual aqui no AndroidGeek não deixamos passar em branco as novidades de empresas como a Samsung.

Leak Samsung: Renders Samsung Galaxy A50 são revelados

O mercado de tecnologia móvel é muito dinámico,hoje cedo tivemos acesso a mais dados sobre um: Leak Samsung: Renders Samsung Galaxy A50 são revelados. 

Renders Samsung Galaxy A50 são revelados

Há seis meses atrás, a Samsung registou marcas para novas gamas, como Galaxy A10, A30 e A50, que indicavam que a empresa estaria a renomear esta série nos próximos meses. A Samsung lançou alguns novos telefones da série A depois deste pedido, mas agora parece que finalmente poderemos ver um lançamento do Galaxy A50 num futuro próximo.

Um modelo da Samsung com SM-A505FN / DS foi visto hoje na Aliança Wi-Fi. Embora a informação não revele muito sobre as especificações do aparelho, ela valida a existência do modelo. Algumas informações rudimentares reveladas na informação Android 9.0 Pie, o recurso dual-SIM e as opções Wi-Fi de banda dupla.

Esta é a primeira aparição do presumível Galaxy A50 num portal de certificação, já o vimos anteriormente no Geekbench. De acordo com essa informação, o aparelho terá provavelmente o Android Pie a correr num SoC Exynos 9610 acompanhado por 4 GB de RAM.

Com a Samsung a anunciar a série Galaxy M em breve, é possível que alguns modelos da série Galaxy J sejam transferidos para a linha Galaxy A e QUE o Galaxy A50 seja um desses modelos. No entanto, esta é apenas uma das várias suposições agora.Leak Samsung: Renders Samsung Galaxy A50 revelados 2

Galaxy A50 no GeekBench

O Galaxy A50 corre o Android 9 Pie e é alimentado pelo Exynos 9610 combinado com 4 GB de RAM. Não se deixem enganar pelo nome do processador, ele pertence à série Exynos 7 e é, na verdade, um chipset de gama média superior que foi anunciado no início deste ano. No entanto, tem alguns truques na manga.

Samsung Galaxy A50 Geekbench

O Exynos 9610 é um chipset octa-core de 10nm com quatro núcleos Cortex-A73 com clock de 2.3GHz e quatro núcleos Cortex-A53 com clock de 1.6GHz. Também possui uma GPU ARM Mali-G72 de segunda geração. A Samsung também acrescentou que o chipset tem um hub de sensor de baixa potência baseado em Cortex-M4F que alimenta os recursos Always-on ao invés de activar o processador principal. Outro recurso do chipset é o suporte para gravação de vídeo em câmara lenta a 480fps a 1080p.

Tal como está, o Galaxy A50 pode também ser o primeiro telefone da Samsung a ter o Exynos 9610 desde que foi anunciado em Março. Ele marcou 1681 pontos e 4897 pontos nos testes single-core e multi-core, respectivamente. As pontuações são próximas àquelas do Snapdragon 636, mas o Exynos tem uma pontuação mais alta no single-core.

A Samsung provavelmente irá anunciar o Galaxy A50 no começo do ano que vem e deverá chegar à Europa e América do Norte (México), já que o nome foi registado nas duas regiões. Espera-se que ele venha nas versões de 64 GB e 128 GB e em azul, rosa, preto, prateado e branco. O ano de 2019 vai ser um ano cheio de novidades para a Sul Coreana.

A corporação é dirigida há gerações por uma das mais ricas famílias do mundo, atualmente encabeçada por Lee Kun-Hee (Icónhi), o terceiro filho do fundador, Lee Byung-Chul (Ibyónchól). A Samsung é reconhecida como a mais prestigiosa firma da Coreia do Sul, atraindo e a ter nos os seus funcionários muitas das pessoas mais inteligentes e talentosas do país, com 25% dos seus empregados com grau de doutoramento ou equivalente.|A Samsung foi fundada por Lee Byung-chul em 1938 como uma companhia de troca. Por três décadas, o grupo se diversificou em áreas como processamento de comida, têxtil, seguros, segurança e venda. A Samsung entrou na indústria eletrónica nos anos 1960 e na construção, inclusive de navios, por volta dos anos 70; essas áreas liderariam o crescimento subsequente. Após a morte de Lee em 1987, Samsung foi separada em quatro grupos de negócios: Samsung Group, Shinsegae Group, CJ Group e Hansol Group).

Nota:Estas são informações e imagens não confirmadas, pelo que devem ser vistas com uma dose saudável de cepticismo.

Fonte:SlashLeaks

 

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link