Android Geek
O maior site de Android em Português

Lançado chip MediaTek i700 para aplicações de AR, casas inteligentes, lojas e fábricas

A fabricante de chipsets acaba de lançar o MTK i700, um novo chipset focado em IA IoT que é um sucessor do i500.

O principal segmento de chipsets parece estar fora do alcance da MediaTek, a empresa taiwanesa continua a produzir chipsets úteis para outros segmentos. Smartphones de gama média e gama baixa, dispositivos portáteis e até IA IoT.MediaTek A fabricante de chipsets acaba de lançar o MTK i700, um novo chipset focado em IA IoT que é um sucessor do i500. O chipset pode ser implantado em Smart Displays, câmaras de segurança de topo e outras aplicações que exigem alto consumo de energia. O chipset é bastante poderoso, mesmo que fosse focado para smartphones, o que não é. Quanto à arquitectura, o MediaTek i700 possui um CPU Octa-core com dois núcleos Cortex-A75 e dois núcleos Cortex-A55 com clock de 2,2GHz e 2,0GHz, respectivamente. O chipset também possui um GPU IMG PowerVR GM 9446 com clock de 970MHz.

O chipset funciona com até 8 GB de RAM LPDDR4x a 1866 MHz. Além disso, ele possui uma NPU de núcleo duplo que acelera a detecção de face cinco vezes em comparação ao i500. O chipset suporta a API Android Neural Networks, bem como os frameworks de aprendizagem profunda mais populares. O chipset também pode ser ligado a uma única câmara de 32MP ou a uma configuração dual de 24MP + 16MP. Quando uma configuração de câmara dupla está em uso, ela pode utilizar o seu mecanismo de detecção de profundidade e estimativa de distância incorporados. Há também a estimativa de pose e rastreio de movimento para aplicações de fitness e AR. A execução da câmara a 120fps permite que o chipset rastreie objectos em movimento rápido.

Para além disto, o chipset suporta Wi-Fi 5 (2 × 2 802.11ac) e Bluetooth 5.0 para ligações locais, e um modem de categoria 12 LTE para aplicações móveis. Quanto à sua aplicabilidade, a MediaTek diz que o chipset será útil no controlo de acesso para edifícios inteligentes, reconhecimento facial para autenticação de pagamento, dispositivos de fitness e entretenimento e até mesmo alguns veículos autónomos em fábricas e armazéns (algo como os robôs nos armazéns da Amazon). O novo chipset começará a ser lançado em produtos a partir do próximo ano.

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais