Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei contra ataca onde dói mais e exige mil milhões de dólares à Verizon

A Verizon não usa diretamente o equipamento da Huawei, mas supostamente depende de 20 fornecedores que usam as tecnologias da Huawei, a reivindicação de patente da empresa chinesa abrange propriedades como dispositivos de rede e tecnologia sem fio. Segundo fontes com as quais o The New York Times conversou, sob a condição de anonimato, as reivindicações de patente feitas pela Huawei totalizariam mais de US $ 1 mil milhões no total.

Huawei exige uma indemnização de US $ 1 mil milhões à operadora norte-americana Verizon, relativamente a taxas de licenciamento para mais de 230 das suas patentes. O fornecedor chinês divulgou a sua intenção em fevereiro, pedindo à Verizon para "resolver o problema de licenciamento de patentes", que dizem respeito a equipamentos de rede básica e sem fio, juntamente com equipamentos IoT, de acordo com uma informação do Wall Street Journal.

A Verizon não usa diretamente o equipamento da Huawei, mas supostamente depende de 20 fornecedores que usam as tecnologias da Huawei, a reivindicação de patente da empresa chinesa abrange propriedades como dispositivos de rede e tecnologia sem fio. Segundo fontes com as quais o The New York Times conversou, sob a condição de anonimato, as reivindicações de patente feitas pela Huawei totalizariam mais de US $ 1 mil milhões no total. Huawei contra ataca onde dói mais e exige mil milhões de dólares à Verizon 1 Representantes da Huawei e da Verizon reuniram na semana passada em Nova York para discutir algumas das patentes em questão. Um porta-voz da Verizon disse ao New York Times que a empresa não tinha comentários sobre o assunto, mas acrescentou que “essas questões são maiores do que apenas a Verizon.”

Ele acrescentou: “Dado o contexto geopolítico mais amplo, qualquer problema envolvendo a Huawei tem implicações para a nossa empresa. toda a indústria e também levantar preocupações nacionais e internacionais. ”

Os Estados Unidos no mês passado colocaram a Huawei numa lista negra que proibia a empresa de fazer negócios com empresas dos EUA por motivos de segurança, levando algumas empresas de tecnologia a cortar os laços com a maior fabricante mundial de equipamentos de telecomunicações.

(Fonte)

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais