Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei prepara Kirin 980 fabricado no processo FinFet de 7nm?

O Kirin 970 é inegavelmente um dos melhores SOC’s do mercado, e a prova disso mesmo é a aceitação dos novos equipamentos da família Huawei P20. Esse Soc é uma forte aposta da Huawei, que pretende ver elevado o desempenho dos seus smartphones de topo.

O Kirin 970 é inegavelmente um dos melhores SOC’s do mercado, e a prova disso mesmo é a aceitação dos novos equipamentos da família Huawei P20.

Esse Soc é uma forte aposta da Huawei, que pretende ver elevado o desempenho dos seus smartphones de topo. Desenvolvido num processo de 10 nm pela TSMC, o Kirin 970 dispõe de 5,5 mil milhões de pequenos transístores num único centímetro quadrado.

Huawei prepara Kirin 980 fabricado no processo FinFet de 7nm? image

Sensivelmente do tamanho de uma unha do polegar, o Kirin 970 dispõe de um CPU com oito núcleos, divididos em quatro ARM Cortex A73 a 2,4 GHz e outros quatro ARM Cortex A53 a 1,8 GHz, e de um poderoso GPU de 12 núcleos. Além disso, traz ainda um sistema de processamento de imagem duplo (Dual ISP), um modem Cat18 com velocidades máximas de 1.2 Gbps e arquitetura HiAI com um NPU dedicado para inteligência artificial.

Huawei já trabalha no Kirin 980

E como é natural, a Huawei já prepara o seu sucessor, o Kirin 980, que segundo os últimos rumores, iria ser produzido pela Samsung, mas um rumor publicado ontem diz que o novo chip da Huawei será fabricado pela TSMC, e com o processo FinFet de 7nm. O chipset Kirin 980 estará disponível no segundo semestre deste ano, a tempo de equipar o próximo smartphone high-end da Huawei, provavelmente da série Mate.

O processador da Cambricon trouxe recursos de IA no Kirin 970 e fará o mesmo com o Kirin 980. O novo chip 1M AI da Cambricon foi projetado para usar o processo de 7nm da TSMC. O chipset Kirin 980 poderia estrear no quarto trimestre deste ano, quando a Huawei lançar os substitutos dos Mate 10 e o Mate 10 Pro, que foram revelados em outubro do ano passado.

A TSMC já tem produção em massa de chips de 7nm, dispondo de uma linha de montagem dedicada. Até o final deste ano, espera-se que esteja a produzir massivamente esse tipo de produtos para dispositivos móveis, inteligência artificial, jogos e até mineração com criptomoedas.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉


Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.
Através de digitimes

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link