Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei imita Portugueses e quer entrar no brasil novamente

Mas ainda assim, há incertezas sobre se será bem-sucedida ou não. Por meio dessa iniciativa, a Huawei superará o seu papel de fornecedora de equipamentos de rede no Brasil e, em seguida, desafiará a Samsung Electronics e a Motorola da Lenovo para dominar o mercado brasileiro de smartphones.

É relatado que a Huawei está a tentar entrar no mercado brasileiro de smartphones pela segunda vez. A Huawei lançará dois smartphones high-end este mês para entrar no quarto maior mercado de smartphones do mundo. Mas ainda assim, há incertezas sobre se será bem-sucedida ou não.

Por meio dessa iniciativa, a Huawei superará o seu papel de fornecedora de equipamentos de rede no Brasil e, em seguida, desafiará a Samsung Electronics e a Motorola da Lenovo para dominar o mercado brasileiro de smartphones.

Huawei

Anteriormente, a Huawei lançou um smartphone de baixo preço no Brasil, mas não conseguiu conquistar o coração dos clientes brasileiros.

“O Brasil é um mercado com oportunidades muito significativas para a Huawei e temos um portfólio competitivo para satisfazer as expectativas dos consumidores” disse Ketrina Dunagan, vice-presidente de marketing da Huawei para as Américas, numa entrevista à Reuters.

Em mais de uma dúzia de países da América Latina, os smartphones da Huawei representam mais de dois dígitos de participação de mercado, mas ainda não aparecem nas prateleiras das lojas brasileiras.

Há cinco anos, a Huawei lançou um smartphone apelidado de Ascend P7 pela primeira vez no Brasil. Mas a procura por esse telefone era tão fraca que o plano de entrar no mercado brasileiro entrou em colapso cedo.

Agora, a Huawei planeia entrar no mercado brasileiro por meio de dois telefones emblemáticos da série P30. Ao mesmo tempo, afirma que antes do lançamento a 30 de abril, não há intenção de divulgar muitos detalhes.

Renato Meireles, analista da IDC Brasil, disse: “O mercado brasileiro atingiu um nível de maturidade e os fabricantes devem trazer novidades para convencer os consumidores a substituir os seus smartphones por novos.”

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais