Android Geek
O maior site de Android em Português

Honor bate Xiaomi on-line na China no primeiro trimestre de 2019

Ela afirma que o mercado de smartphones continuou a desacelerar desde o segundo semestre de 2018, devido à fraca procura dos consumidores, bem como a sazonalidade das fábricas a serem fechadas para o Ano Novo Chinês.

Os smartphones expedidos da China caíram este ano e agora uma nova informação da divisão de serviços China Channel da Counterpoint, mostra que as vendas online no mercado de smartphones da China caíram para 28% no primeiro trimestre de 2019, de 28% no 4º trimestre de 2018. Ela afirma que o mercado de smartphones continuou a desacelerar desde o segundo semestre de 2018, devido à fraca procura dos consumidores, bem como a sazonalidade das fábricas a serem fechadas para o Ano Novo Chinês. Participação no mercado de e-commerce na China Para além disso, a informação da Counterpoint indica que as vendas no primeiro trimestre de 2019 registaram uma queda anual de 8% na China. No entanto, JD.com e Tmall.com, duas das maiores plataformas de comércio electrónico na China, continuam a ser as principais plataformas. Ambas as plataformas juntas dominavam o mercado com mais de 70% da participação de mercado. No entanto, outras plataformas de populares aplicações, como Pinduoduo, Vipshop e Xiaohongshu, começaram a carregar diversas marcas no seu mercado.

A informação acrescenta que, juntamente com JD, Tmall e Suning, essas aplicações tornaram-se as lojas on-line oficiais para novos lançamentos de modelos. James Yan, director de pesquisa da Counterpoint, diz que “a importância destas aplicações de terceiros não pode ser subestimada como um importante canal de marketing para OEMs devido à grande base de utilizadores destas aplicações”. Quanto ao mercado, as marcas que lideraram o mercado , que inclui a Honor, Xiaomi, Apple e a Huawei, são responsáveis por 84% do mercado. Além disso, a Honor manteve o título de marca de smartphones número um na China, com 24% da participação de mercado.

Quota de mercado de comércio eletrônico móvel da China por marca - 1º trimestre de 2019 Curiosamente, a participação de mercado da Huawei no canal on-line aumentou no primeiro trimestre, à medida que a empresa tenta fortalecer a sua posição no meio de uma desaceleração geral do mercado. A participação de mercado on-line da Xiaomi também aumentou no primeiro trimestre, para 22 por cento, devido à forte procura pelo Redmi Note 7. Além disso, outras marcas como a Oppo e a Vivo continuaram a expandir-se para canais on-line. Depois de alcançar o sucesso inicial com smartphones de baixo custo online, com as séries Vivo Z e Oppo K, ambas as marcas de smartphones estão a aventurar-se em lançar modelos flagships em canais on-line.

A Vivo e a Oppo actualmente respondem por 7% e 5% do mercado online, respectivamente. A Apple, por outro lado, tem 10 por cento das suas vendas através do canal online na China, enquanto outras marcas de smartphones, além destas seis, representam cerca de 21 por cento das vendas na China através de canais online.

 

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais